Evandro Santo fala sobre processo de Ana Paula Renault: 'Quer causar'

Humorista disse que está na Justiça por chamou apresentadora de Anabelle durante confinamento em A Fazenda 10

Reprodução/Record TV

Evandro Santo está sendo processado por Ana Paula Renault. A apresentadora foi à Justiça pedir uma indenização de R$ 100 mil por danos morais por ter sido chamada pelo humorista de Anabelle, a boneca amaldiçoada que protagoniza o filme homônimo, durante o confinamento em A Fazenda 10. O processo que inclui casos de xingamentos também se estende à ex-peoa Nadja Pessoa, onde o pedido de indenização e motivo são os mesmos. A ação corre na 45ª Vara Cível do Foro Central da Comarca de São Paulo.

Em conversa com o R7, Evandro se defendeu das acusações. "Sim, [fui processado] pelo apelido de Anabelle, no qual ela depois fez campanha para a Warner do filme. Ela me chamou de vergonha LGBT, pediu para que eu limpasse suas fezes, na última prova do dia. Falou que eu não tinha caráter, enfim, ela causou muito em cima de mim", contou. 

Xingamentos contra Ana Paula Renault também estão na pauta do processo movido pela ex-peoa. Evandro disse que não se arrepende de nenhum deles. "Não. Eu apenas reagi. É só olhar o histórico e vê se [ela] é uma pessoa muita equilibrada", opinou.

Evandro disse que lamenta ter sido processado apenas por um apelido. "Ficar processando pessoas e mesmo tendo negativas da Justiça, me faz pensar que tem casos mais urgente para se resolver do que pessoas públicas em reality show, ou seja, quer causar, mas não quer que causam com ela, enfim", disse o humorista.

O R7 fez contato com a advogada de Ana Paula Renault, Dra. Fernanda Massad, para comentar o assunto. Um contato via e-mail com Nadja Pessoa também foi feito, mas até o fechamento da matéria ambas não se manifestaram sobre o caso.

Nadja Pessoa, Ana Paula Renault e Evandro Santo em dia de Roça

Nadja Pessoa, Ana Paula Renault e Evandro Santo em dia de Roça

Reprodução/Record TV