Famosos e TV Ex-câmera do 'Domingão do Faustão' morre de covid-19

Ex-câmera do 'Domingão do Faustão' morre de covid-19

Gaúcho, como era conhecido, trabalhou no programa entre 1989 e 1995 e processou o apresentador alegando ter sido humilhado

Resumindo a Notícia

  • Gaúcho trabalhou no 'Domingão do Faustão' entre os anos de 1989 e 1995
  • Assim que saiu do programa, ele processou o apresentador e a emissora por danos morais
  • O cinegrafista tinha 81 anos e lutava contra a covid-19
  • A notícia foi divulgada pela mulher de Gaúcho nas redes sociais
Ivalino Raimundo da Silva trabalhou entre 1989 e 1985 no 'Domingão do Faustão'

Ivalino Raimundo da Silva trabalhou entre 1989 e 1985 no 'Domingão do Faustão'

Reprodução/Facebook

O ex-cinegrafista do Domingão do Faustão Ivalino Raimundo da Silva, conhecido como Gaúcho, morreu no dia 28 de dezembro, aos 81 anos, após complicações do novo coronavírus. A informação foi confirmada pela mulher de Gaúcho, Ruth Eimer, na noite de segunda-feira (4).

"Ele se foi e nos deixa uma saudade imensa e lembranças maravilhosas de um heroi. Nosso rei descansou", escreveu Ruth no Facebook. Em seguida, ela agradeceu as mensagens de carinho que recebeu dos familiares e amigos devido à morte do marido.

Gaúcho fez parte da equipe de Faustão entre os anos de 1989 e 1995 e era conhecido por não dar muitos sorrisos.

No mesmo ano da saída dele do programa de Fausto Silva, em 1995, o cinegrafista entrou com um processo contra a emissora carioca e o apresentador por danos morais e materiais, sob a alegação de que teria sido humilhado pelo comunicador.

Em 2003, A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal determinou que a empresa e o comunicador deveriam indenizar Gaúcho.

Agradecemos as mensagens carinhosas que muito nos sensibilizaram e convidamos para a missa de intenção ao Sétimo ...

Publicado por Ruth Eimer em Domingo, 3 de janeiro de 2021

Últimas