Fãs formam filas em frente à Alesp para dar o último adeus a Gugu

Velório será aberto ao público a partir do meio-dia nesta quinta-feira (28) e se encerra às 10h da manhã da sexta-feira (29). Enterro será no Morumbi

Fãs aguardam a abertura das portas da Alesp para o velório do apresentador

Fãs aguardam a abertura das portas da Alesp para o velório do apresentador

Aloisio Maurício/Estadão Conteúdo - 28.11.2019

Fãs de Gugu Liberato já formam fila em frente à Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) na manhã desta quinta-feira (28) para o velório do apresentador. A abertura para o público está marcada para o meio-dia.

Leia mais: Público poderá acompanhar enterro de Gugu Liberato

Na fila que se forma do lado de fora da Assembleia, os fãs aguardam o momento da despedida.  Eles chegaram a até a tocar a música do Pintinho Amarelinho, uma das marcas na carreira de Gugu.

Professora veio de Alagoas para velório

Professora veio de Alagoas para velório

Joyce Ribeiro/R7

A professora Francisca Pereira da Silva é de Alagoas. Chegou a São Paulo há  quatro dias, numa viagem que durou três dias de ônibus.

Ela dormiu na fila pra ver de perto o corpo do apresentador. Desde ontem não come e até enfrentou a forte chuva da madrugada. "O que a gente não faz por amor", contou.

Leia mais: Familiares chegam à Alesp para o velório de Gugu

Francisca lembrou do dia em que foi ao programa, em 1995, e sonhava em participar do quadro Banheira do Gugu. Ela é a terceira da fila e segura um cartaz com a foto do apresentador e o Pintinho Amarelinho com a frase: "Gugu vamos sentir saudades para sempre".

Saulo Duarte Soares: "Ele ajuda as pessoas"

Saulo Duarte Soares: "Ele ajuda as pessoas"

Aloisio Maurício/Estadão Conteúdo - 28.11.2019

Vestido com uma roupa feita por ele mesmo repleta de corações e as palavras: fé, amor, Gugu, Jesus, paz e saudades, Saulo Duarte Soares, de 33 anos, chegou a Alesp na terça-feira vindo de Juquiá. "Eu me senti no dever de vir o mais rápido possível porque ele é um ser humano que merece nossa reverência", falou emocionado.

Soares nunca foi a um programa do apresentador por falta de recursos, mas destacou o lado humano de Gugu: "É uma grande tristeza a partida do dele tão cedo, o Brasil precisa de pessoas como ele, que transformava  vidas e realizava sonhos", diz.  "Fazia o que pregava os mandamentos: "ajudava ao próximo e amava o outro."

Francisco Assis perdeu dia de trabalho para despedida

Francisco Assis perdeu dia de trabalho para despedida

Joyce Ribeiro/R7

Já Francisco de Assis, conhecido como o Palhaço Chupetinha, chegou a participar do programa do Gugu. "Sou muito grato a ele. Cheguei 7h30 da manhã, peguei chuva, mas vai valer a pena essa última homenagem". Francisco é camelô na Penha, zona leste de SP, e disse que perdeu o dia de trabalho para estar no velório.

A gaúcha Carmita Rodrigues da Silva fez questão de enfrentar a fila para uma última homenagem a Gugu. Com uma foto do apresentador e uma faixa preta na cabeça, ela conta que  sempre assistia aos programas. "Vou sentir saudades".

"Vou sentir saudades", diz Carmita Rodrigues da Silva

"Vou sentir saudades", diz Carmita Rodrigues da Silva

Joyce Ribeiro/R7

Ermelinda Vitar Silva, de 52 anos, é uma artista de rua. Ela passava pela Alesp com seu violão para ir ao trabalho, mas quando viu as pessoas tristes na fila, resolveu parar e cantar para animar os fãs do apresentador: "Gugu sempre levou alegria para o povo."

Ermelinda canta para fãs: "Gugu sempre levou alegria para o povo"

Ermelinda canta para fãs: "Gugu sempre levou alegria para o povo"

Thiago Calil/R7