Coronavírus

Famosos e TV Gisele Bündchen é criticada por defender modelo que é antivacina

Gisele Bündchen é criticada por defender modelo que é antivacina

Brasileira pediu compaixão com a top Doutzen Kroes, dizendo que ela "expressou seus sentimentos" mas fala não pegou bem na web

  • Famosos e TV | Do R7

No Instagram, Gisele defendeu a amiga Doutzen em comentário

No Instagram, Gisele defendeu a amiga Doutzen em comentário

Montagem R7/Reprodução Instagram

Gisele Bündchen saiu em defesa da modelo Doutzen Kroes, que afirmou que não será obrigada a se vacinar contra a covid-19.

A holandesa fez uma publicação que gerou polêmica nas redes sociais: "Não serei forçada a tomar a vacina. Não serei forçada a provar minha saúde para participar da sociedade. Não aceitarei exclusão das pessoas baseada no seu estado de saúde".

Doutzen ainda disse que "liberdade de expressão é um direito pelo qual vale a pena lutar", e pediu paz e união. 

Com o posicionamento antivacina, Doutzen recebeu uma chuva de críticas. Nos comentários do post, ela foi defendida por Gisele. 

"Conheço Doutzen e ela é uma pessoa carinhosa e amorosa. Não acredito no ódio dirigido a ela porque ela expressou seus sentimentos. Me deixa triste ver todo o julgamento e falta de empatia nos corações de tanta gente. Ódio não é a resposta", escreveu a brasileira.

"O único jeito de criarmos um mundo melhor é através da compaixão e aceitação. ", escreveu a brasileira. Eu convido você a silenciar sua mente e ir fundo para encontrar o amor em seu coração para podermos todos nos unir em paz e criar harmonia em nossas vidas e em nosso mundo. Precisamos disso mais do que nunca", finalizou a brasileira.

No entanto, Gisele também recebeu críticas pela defesa da amiga: "Vacinação é um ato coletivo pelo bem da sociedade, não é questão de 'expressar sentimentos'. Decepcionado com você", escreveu um seguidor. "Você precisa é de empatia com as famílias de milhões de pessoas que perderam suas vidas para essa doença horrível", rebateu outro internauta. "Que vergonha para o Brasil esse posicionamento, Gisele. Nós precisamos de exemplos positivos para conseguirmos inspirar os jovens e acabarmos com essa doença", disse mais uma seguidora.

Últimas