Coronavírus

Famosos e TV Internada, Claudia Rodrigues deixa Unidade de Terapia Semi-Intensiva

Internada, Claudia Rodrigues deixa Unidade de Terapia Semi-Intensiva

Empresária explicou que medicação para esclerose múltipla foi interrompida para que a atriz fosse imunizada contra a covid-19

Resumindo a Notícia

  • Claudia Rodrigues recebeu alta da Unidade de Terapia Semi-Intensiva
  • A atriz segue internada, mas está no quarto do hospital em São Paulo
  • Claudia interrompeu a medicação contra a esclerose múltipla para se vacina contra a covid
  • A segunda dose da vacina será antecipada para que a atriz volte a tratar a esclerose
Claudia Rodrigues teve que interromper medicação para esclerose múltipla

Claudia Rodrigues teve que interromper medicação para esclerose múltipla

Montagem R7/Reprodução Instagram

A atriz Claudia Rodrigues recebeu alta da Unidade de Terapia Semi-Intensiva e segue internada, mas agora no quarto, após sofrer com complicações da esclerose múltipla.

A informação foi dada por Adriane Bonato, empresária da atriz: "Agora que estamos mais calmos vou contar o que aconteceu com a Claudia. Ela teve alta da Unidade de Terapia Semi-Intensiva na tarde de sábado (17) e está no quarto. Na sexta-feira (16), ela não fez a infusão do Ocrevus [medicamento que trata a esclerose múltipla] para fazer uma infiltração no braço direito que está muito inflamado por consequência de uma ruptura parcial no tendão".

A equipe médica que cuida da atriz decidiu interromper o medicamento que trata a esclerose para que ela pudesse receber a primeira dose da vacina contra a covid-19. Claudia foi vacinada em maio.

Adriane deu mais detalhes sobre a escolha: "Quero deixar claro que cada caso é um caso. Além de ter esclerose múltipla há 21 anos, ela é transplantada, tem desautonomia e tem outros problemas de saúde. Não houve imprudência do médico dela".

Ainda de acordo com a empresária, Claudia foi internada após sentir fortes dores: "Há 10 dias, ela começou a apresentar um pseudo surto da esclerose múltipla. Ela estava apresentando fortes dores de cabeça, dormência no braço direito e na perna, febre alta, confusão mental e uma dor intensa no braço direito". 

Adriane explicou que Claudia teria que receber novamente a medicação para esclerose, mas que isso poderia fazer a atriz "perder a imunização" da primeira dose da vacina contra a covid-19, deixando Claudia sem proteção contra a doença. Por conta disso, foi decidido que Claudia não receberia agora a medicação e que seria antecipada a segunda dose da vacina

"Ela não ia poder sair de casa, não ia poder receber ninguém, ela não ia poder ter vida, e nem receber a equipe de profissionais que a atende sobre a minha supervisão. Ela ia continuar com todos os riscos de contaminação", explicou Adriane. 

Adriane termina sua mensagem incentivando os seguidores: "Quem não se vacinou, se vacine. Isso pode te salvar, como salvou a mim e a Claudinha. E continuem usando máscara e álcool em gel". 

Últimas