Famosos e TV 'Missão Cabul' ganha prêmio de críticos de arte de São Paulo

'Missão Cabul' ganha prêmio de críticos de arte de São Paulo

Série apresentada por Roberto Cabrini levou o troféu de Melhor Especial/Documentário em evento organizado pela APCA 

  • Famosos e TV | Do R7

Roberto Cabrini comandou reportagens que deram origem ao documentário

Roberto Cabrini comandou reportagens que deram origem ao documentário

DIVULGAÇÃO/PLAYPLUS/RECORD TV

Na noite desta segunda-feira (31), foram revelados os vencedores dos prêmios entregues pela APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes).

O evento, realizado desta vez virtualmente, elegeu os melhores do ano de 2021 em categorias como Arquitetura, Artes Visuais, Cinema, Dança, Literatura, Música Popular, Rádio, Teatro, Teatro Infantojuvenil e TV. 

Entre os ganhadores está a série de reportagens Missão Cabul, da Record TV, que está disponível na plataforma PlayPlus.

A produção ganhou o prêmio de Melhor Especial/Documentário para a TV, concorrendo com títulos como O Caso Evandro, Doutor Castor, Ismael Vivo, Projeto Identidade e João de Deus — Cura e Crime.

Missão Cabul é comandado pelo jornalista Roberto Cabrini, no Afeganistão, ao lado do cinegrafista Gil Silva. Com exibição no programa Domingo Espetacular, as reportagens renderam altos índices de audiência e deram origem a um documentário, Missão Cabul: Por Trás das Câmeras, também disponível no PlayPlus

Confira abaixo a lista completa de vencedores do prêmio da APCA. 

TELEVISÃO
Melhor Ator: Juan Paiva, por Um Lugar ao Sol
Melhor Atriz: Leticia Colin, por Onde Está Meu Coração, e Paula Cohen, por Nos Tempos do Imperador
Melhor Novela: Nos Tempos do Imperador 
Melhor Especial/Documentário: Missão Cabul 
Melhor Seriado/Minissérie: Passaporte para Liberdade 

ARQUITETURA
Homenagem pelo conjunto da obra:
Joan Villà.
Gestão cultural: Miriam Lerner, Giancarlo Latorraca e equipe (organização social A Casa – Museu de Artes e Artefatos Brasileiros frente ao Museu da Casa Brasileira – gestão 2008/2021)
Ativismo urbano: Movimento Parque Augusta

ARTES VISUAIS
Exposição Nacional: Tunga, Conjunções Magnéticas  Itaú Cultural/Instituto Tomie Ohtake
Retrospectiva: Lygia Clark (1920-1988) 100 anos – Pinakotheke Cultural
Pesquisa/Memória: Jaider Esbell (1979-2021), artista e escritor, teve papel fundamental na consolidação da arte indígena contemporânea
Exposição Internacional: Ideias  O Legado de Giorgio Morandi – CCBB
Fotografia: Terra em Transe no Museu Afro Brasil (600 imagens de 60 fotógrafos)
Percurso Visual: Rita Lee no MIS

CINEMA
Melhor Filme: 
Cabeça de Nêgo
Melhor Direção: Madiano Marcheti, por Madalena
Melhor Elenco: intérpretes de Marighella
Melhor Fotografia: Gustavo Habda, por Veneza e Acqua Movie
Melhor Documentário: A Última Floresta

DANÇA
Espetáculo Presencial: Ou 9 ou 80, Clarín Cia. de Dança
Espetáculo Não Presencial: Janela 43, GRUA – Gentlemen de Rua
Coreografia/Criação: Aldeias Mortas, Márcio Filho, Balé da Cidade de São Paulo
Interpretação: Mauricio de Oliveira, Laboratório Siameses, por Da Natureza da Besta
Prêmio Técnico: Ana Bottosso, Beatriz Gabriel, Danila Bustamante, Fábio Pazitto e Vic von Poser, captação e edição de vídeo de SCinestesia, Cia de Danças de Diadema
Projeto/Programa/Difusão/Memória: série de vídeos para o Mês do Patrimônio Histórico Cultural, Cia. Jovem de Dança de Jundiaí
Grande Prêmio da Crítica: Décio Otero e Marika Gidali, pelos 50 anos do Ballet Stagium

LITERATURA 
Romance: Diga que Não Me Conhece – Flávio Cafiero 
Contos: Erva Brava – Paulliny Tort 
Poesia: Risque Esta palavra – Ana Martins Marques
Tradução: Cantos, de Giacomo Leopardi, por Álvaro A. Antunes 
Biografia: João Cabral de Melo Neto: uma Biografia – Ivan Marques 
Ensaio: A Vida Nunca Mais Será a Mesma – Adriana Negreiros 
Infantil: O Mar de Manu – Cidinha da Silva

MÚSICA POPULAR
Artista do Ano: Don L, por Roteiro pra Aïnouz, Vol. 2
Disco do Ano: Delta Estácio Blues, de Juçara Marçal
Artista Revelação: Marina Sena, por De Primeira

RÁDIO
Prêmio Especial do Júri: Rádio Cultura Brasil 
Melhor Podcast: Paciente 63, com Mel Lisboa e Seu Jorge
Melhor Produção: Emanuel Bonfim e Leandro Cacossi, por Fim de Tarde Eldorado
Melhor Apresentação: Danilo Gobatto, por Antenados
Destaque em Cultura: João Marcello Bôscoli, por Contraponto

TEATRO
Espetáculos:
Presencial –  Sueño
VirtualAs Aves da Noite e Desfazenda – Me Enterrem Fora Desse Lugar
Prêmio Novas Apostas Cênicas: Estilhaços da Janela Fervem no Céu da Minha Boca
Prêmio Especial: Livro Teatro de Grupo na Cidade de São Paulo e na Grande São Paulo e Mariana Muniz

TEATRO INFANTOJUVENIL
Melhor Projeto Híbrido de Pesquisa em Teatro-Educação: EDUKA/Banda Mirim
Melhor Peça-Filme (ou Experimento Cênico Digital): Quase de Verdade
Melhor Elenco: Meu Reino por um Cavalo
Melhor Direção: Cris Lozano, pela Trilogia audiovisual Paisagens Antes do Fim
Prêmio de valorização de espetáculos em territórios periféricos da cidade: SANKOFA/Bando Jaçanã

Últimas