Coronavírus

Famosos e TV Mulher de Cristiano diz estar com síndrome do pânico após covid

Mulher de Cristiano diz estar com síndrome do pânico após covid

Além de Paula Vaccari, o sertanejo e a mãe dela precisaram ficar internados por complicações da doença sistêmica 

  • Famosos e TV | Do R7

Paula Vaccari falou sobre as internações do marido, dela e da mãe por covid-19

Paula Vaccari falou sobre as internações do marido, dela e da mãe por covid-19

Reprodução/Instagram

Após quase 20 dias afastada das redes sociais, a mulher do cantor Cristiano, Paula Vaccari, decidiu falar com seus seguidores sobre os dias turbulentos que sua família passou por complicações da covid-19. Além dela, a mãe e o marido, dupla sertaneja de Zé Neto, foram internados por conta da doença.

“Fiquei alguns dias afastada depois desses dias conturbados que a minha família passou. Agora, graças a Deus, está tudo bem, tudo encaminhando. Eu não consegui aparecer antes, não consegui falar antes, porque eu estava emocionalmente e fisicamente bem abalada. Eu não queria vir conversar, mas eu queria agradecer a todas as orações e a todas as mensagens positivas que a gente recebeu nesse período foi muito importante para gente para nos fortalecer. Teve muita gente orando pela minha família. Nós também ficamos muito agarrados a Deus, porque só ele para nos sustentar nesse momento como todos os outros, mas eu acho que se não fosse a nossa fé teria sido muito mais difícil  do que foi", começou a influenciadora. 

Em seguida, ela relembrou a internação da mãe que passou 11 dias na UTI.  "Como vocês sabem, minha mãe testou positivo. Ela esteve com uma pessoa que estava assintomática e acabou pegando o vírus. O Cristianinho [filho caçula] acabou pegando e depois eu peguei. O Irineu [nome de nascimento de Cristiano] não tinha pego, mas ele quis ficar com a gente, cuidando da gente e acabou se contaminando também mesmo tomando todos os cuidados", disse. 

"Minha mãe precisou ficar na UTI, mas graças a Deus ela não precisou ser intubada. Ela foi muito guerreira todos os dias, os médicos mesmo falaram. Foram 11 dias de UTI e nesse tempo eu precisei ficar internada também porque eu fiquei bem debilitada com o pulmão comprometido. Depois o Irineu precisou também porque ele também ficou com pulmão comprometido. Nesse bem atordoada", continuou.

Apesar de ter agradecido o apoio dos fãs, Paula falou que eles também receberam algumas mensagens maldosas dos seguidores. “Eu não acompanhei todos os dias as redes sociais, porque eu tentava me fortalecer apenas com as mensagens boas, mas sempre tem as pessoas apáticas que se acham no direito de julgar. Eu acho que todo mundo flexibilizou nessa quarentena.  Quem podia viajar, viajou, quem pode encontrar um parente ou um amigo, encontrou. Até porque estavam abertas as coisas mesmo tentando tomar os cuidados.”

A influenciadora também revelou que acabou desenvolvendo síndrome do pânico durante os dias em que estave com a doença. "Vamos pedir muito para Deus para que todos que estão sofrendo com essa doença porque ela não é brincadeira.  Além do estado físico que ela dá, o mental também fica destruído. Eu desenvolvi de novo síndrome do pânico, precisei voltar com os remédios, porque fiquei com medo dos meus filhos [Pietra, de 5 anos, e Cristiano, de 1] terem sintomas, mas graças a Deus eles não sentiram nada", disse.

Por fim, ela disse que o marido está terminando os dias de isolamento em casa e que a minha está fazendo fisioterapia e se recuperando na casa de uma tia.

Últimas