R7 - Entretenimento

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Entretenimento/Famosos e TV/Notícias

Icone de Famosos e TV Famosos e TV

publicado em 10/09/2010 às 01h03: atualizado em: 10/09/2010 às 06h38

Chay Suede é o eliminado no
programa Ídolos desta quinta-feira (9)

Agora restam apenas os candidatos Nise, Tom e Israel no reality musical da Record

Do R7

Publicidade

E, mais e mais, a disputa no reality musical Ídolos torna-se acirrada. Nesta quinta-feira (9), o jovem Chay Suede deixou o programa, e restam agora apenas três candidatos na disputa: Nise Palhares, Tom Black e Israel Lucero. 

O programa começou relembrando a disputa da última terça-feira (7), quando os então quatro finalistas entoaram sucessos da bossa nova e da era dos festivais da MPB.
Logo depois, foi exibida a visita que o vencedor do programa de 2009, Saulo Roston, fez à mansão onde estavam confinados os quatro candidatos.

Chay e Nise ficaram na zona de perigo nesta quinta, e o “galã” Rooberchay, de 18 anos, terminou como o candidato menos votado pelo público na noite, deixando a disputa pela posição de novo ídolo da música popular no Brasil.

Visivelmente emocionado por deixar o programa, mas ainda assim mostrando satisfação por ter chegado aonde chegou, Chay saiu do Ídolos 2010 cantando e recebendo o apoio dos pais e das fãs.

A apresentação de terça (7)

Com exceção de Nise Palhares, todos os cantores deram escorregões nas escolhas e na interpretação do repertório selecionado.

Chay Suede, queridinho das meninas que assistem ao programa, é um exemplo dos que tropeçaram.

O cantor escolheu Alegria, Alegria, de Caetano Veloso para interpretar. Provavelmente por nervosismo, o jovem capixaba deixou a desejar no quesito afinação e aparentou desleixo no palco, pouco caso – impressão destacada inclusive pelos jurados do reality show.

Sua volta por cima veio ao cantar em dueto com Nise a canção Chega de Saudade, de Tom Jobim e Vinícius. Solto no palco, mas nada displicente, o garoto mostrou que tem voz, sim. Cheios de graça, os dois não pecaram em qualquer momento e arriscaram até mesmo um beijo “selinho” no final da canção – para delírio de quem estava assistindo ao programa.

Antes mesmo desse dueto, Nise já tinha recebido muitos elogios de Paula Lima, Marco Camargo e Luiz Calainho ao interpretar a difícil Roda Viva, de Chico Buarque. Segundo Calainho, a carioca mostrou todo o seu poder, aproveitando ainda mais a música que exige força de interpretação no palco.

Israel Lucero e Tom Black encerraram a noite em um dueto de Wave, de Tom Jobim. A música não valorizou o timbre de nenhum dos dois, tampouco a energia que eles costumam demonstrar em cena.

Minutos antes, Tom havia cantado Fio Maravilha, em uma performance que – nas declarações dos próprios jurados do programa – não mostrou todo o potencial do cantor. O baiano de 24 anos costuma se sair melhor em músicas românticas, mais suaves.

Em compensação, Israel Lucero até havia recebido elogios do júri ao cantar Disparada, de Geraldo Vandré. Sua apresentação começou introspectiva, mas ganhou força na segunda metade – e, ao contrário de Tom, o catarinense tem ganhado o público com suas performances mais agitadas.

Assista, abaixo, a eliminação de Chay Suede no episódio desta quinta (9) em Ídolos.

 

 

Veja a íntegra do programa desta quinta:

 

 


Veja Relacionados:  programa, ídolos, chay suede, nise palhares, tom black, israel lucero
programa  ídolos  chay suede  nise palhares  tom black  israel lucero 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping