R7 - Entretenimento

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Entretenimento/Famosos e TV/Notícias

Icone de Famosos e TV Famosos e TV

publicado em 15/12/2011 às 12h25:

Saída de Gentili e Rafinha expõe racha no CQC

Repórteres do programa disputam posto de novas estrelas da atração da Band

Miguel Arcanjo Prado, do R7


Publicidade

O CQC tem uma missão difícil em 2012, seu quinto ano de exibição na Band: a permanência do formato sem suas duas principais estrelas: Danilo Gentili e Rafinha Bastos.

Gentili sai bem da atração, pois ganhou seu próprio programa na emissora, Agora É Tarde, e vai se dedicar integralmente a ele no ano que vem. O moço é bem visto na emissora, por ser simples – ele continua dirigindo um Fiesta simplesinho e usando seu velho tênis All Star.

Já Bastos, considerado prepotente por muitos na Band, foi expulso da bancada, após a polêmica com Wanessa Camargo, aquela que começou quando ele disse que comeria a cantora e o bebê que ela espera. 

Agora, a disputa pelo lugar deles é ferrenha. E a Band se preocupa em manter a regularidade do programa, afinal de contas, o CQC mantém, desde a estreia, uma média de cinco pontos nas noites de segunda-feira, índice considerado bom para os padrões da Band.

Desde sua estreia, em 2008, o CQC brasileiro é uma fogueira de egos. Sempre com um repórter querendo aparecer mais que o outro. O primeiro a se destacar e, de fato, mais talentoso que os demais, foi Danilo Gentili. 

Na época, ele e Rafinha Bastos chegaram a se estranhar, por conta de piadas que um copiava do outro em shows de stand-up, gênero que revelou todos eles. Depois, viram que, somados, ganhariam bem mais, e, com bom tino empresarial, abriram juntos uma casa de shows de comédia na capital paulista.

Os outros até que tentaram correr por fora, na tentativa de tornarem-se estrelas também, a começar pelo próprio Marcelo Tas que, apesar de sempre respeitado no meio televisivo, só ficou mesmo conhecido do grande público após sentar-se na bancada do CQC. Antes disso, era no máximo o Professor Tibúrcio do Rá-Tim-Bum de 20 anos atrás.

Rafael Cortez tentou fazer a linha galã e até disco lançou, aproveitando a onda no programa. Marco Luque foi o que mais correu por fora, sem muito sucesso. Seu programa solo, O Formigueiro, foi um fracasso. No episódio Rafinha x Wanessa, ele cometeu algo que foi considerado um erro pelos seus pares: falou mal do colega e ficou, publicamente, do lado da cantora. Depois disso, o clima pesou para ele nos bastidores do programa.

Para completar o time, Felipe Andreoli e Oscar Filho são os mais quietos. O último segue o curso com seu show solo de stand-up, que mantém bom público. A novata Monica Iozzi, que é vista como boazinha nos bastidores, entrou depois de todo mundo em um concurso que ninguém entendeu direito a decisão final, e não emplacou. Ela mesmo disse que é confundida nas festas que cobre com as “moças da recepção”. Mauricio Meirelles, que acabou de entrar, ainda está na sua, como é comum aos iniciantes.

É esperar 2012 para ver quem vai ocupar os postos de estrelas deixados por Rafinha Bastos e Danilo Gentili no programa. Se é que seja possível isso acontecer.

O que você sabe do CQC? Faça o teste! Depois, veja as respostas.

 

Veja Relacionados:  danilo gentili, rafinha bastos, cqc, racha, briga, repórteres
danilo gentili  rafinha bastos  cqc  racha  briga  repórteres 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping