Novo Coronavírus

Famosos e TV Paulo Gustavo é diagnosticado com nova pneumonia bacteriana

Paulo Gustavo é diagnosticado com nova pneumonia bacteriana

Ator, que segue em 'estado grave' na UTI, também vem mostrando 'sinais discretos de interação com o meio, apesar de sedativo'

  • Famosos e TV | Do R7

Humorista está em estado grave, na UTI, por conta de complicações da covid-19

Humorista está em estado grave, na UTI, por conta de complicações da covid-19

Reprodução/Instagram

Paulo Gustavo foi diagnisticado com uma nova pneumonia bacteriana, informou o boletim médico divulgado na noite desta segunda-feira (26). Segundo o comunicado oficial enviado à imprensa, a nova complicação "já está sendo eficientemente tratada. Entretanto, apesar disso, evidências de uma melhora na função pulmonar têm surgido."

Internado desde o dia 13 de março, o artista pernanece intubado, na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), de um hospital particular no Rio de Janeiro. O famoso segue fazendo o uso de ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea) —aparelho que funciona como um pulmão artificial e oferece oxigenação para pacientes em estado crítico. 

"Há cerca de sete dias não surgem complicações relevantes, fato que aumenta as esperanças na boa recuperação do paciente. Entretanto, como em outros casos graves, ocorrem oscilações no estado geral, demandando reajustes nas medicações, na ventilação mecânica e na ECMO, o que ainda determina a vigilância constante da equipe multiprofissional", diz um dos trechos da nota. 

Nos últimos dias, no entanto, a equipe médica identificou "sinais discretos de interação com o meio, apesar do uso de sedativos." O texto termina com uma mensagem de familiares do ator: "A família agradece muito todo carinho, orações e pede que continuem a enviar boas energias para a recuperação de todos os que se encontram na luta contra o vírus". 

Internação de Paulo Gustavo

O comediante está internado desde o dia 13 de março, em um hospital particular do Rio de Janeiro, após ser diagnosticado com covid-19 — doença sistêmica provocada pelo novo coronavírus. Segundo informações da equipe do ator, ele foi hospitalizado por orientação médica.

Uma semana após a confirmação da internação, Paulo Gustavo precisou ser transferido para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para ser intubado. "A assessoria confirma, por meio deste comunicado, que o ator, em plena consciência de seu estado, necessitou entrar em ventilação mecânica invasiva, para ser tratado de forma mais segura", diz um dos trechos da nota.

No dia 2 de abril, o quadro do humorista piorou e ele foi submetido ao uso de ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea) — aparelho que funciona como um pulmão artificial e oferece oxigenação para pacientes em estado crítico. Desde que iniciou a terapia, ele apresentou sinas de melhora, segundo boletim médico divulgado no último dia 5.

Devido às sessões de ECMO, Paulo Gustavo precisou receber transfusão de sangue, no último dia 7 de abril. "Ele tem que ficar anticoagulado, perde um pouco de sangue, e por isso precisou tomar algumas bolsas de sangue", explicou Thales Bretas.

No último dia 9 de abril, Paulo Gustavo passou por mais um procedimento médico devido às complicações pulmonares causadas pela doença. Após a microcirurgia, a equipe responsável explicou que o quadro dele ainda era grave, porém estável.

Últimas