Famosos e TV Samara Felippo é diagnosticada com Covid e adia estreia de peça

Samara Felippo é diagnosticada com Covid e adia estreia de peça

Atriz revelou que teve sintomas físicos e emocionais da doença, mas que já está se recuperando para poder voltar aos palcos

  • Famosos e TV | Do R7

Samara Felippo está com Covid e mostrou que a filha de 8 anos foi vacinada nos EUA

Samara Felippo está com Covid e mostrou que a filha de 8 anos foi vacinada nos EUA

Montagem R7/Reprodução Instagram

A atriz Samara Felippo é mais uma celebridade diagnosticada com Covid-19 nas primeiras semanas de janeiro.

Em suas redes sociais, ela avisou que a peça que estrearia no Rio de Janeiro teve que ser adiada: "Adiamos Mulheres que Nascem com os Filhos, que estrearia no dia 13 de janeiro. Ela vai estrear agora no dia 21. Quem já comprou ingresso vai poder ir com o ingresso do dia 13 ou vai fazer a troca".

Ela falou então sobre o diagnóstico: "E o motivo é meio óbvio, né? Em meio a esta pandemia, eu também perguei Covid, então a gente não vai poder estrear agora no dia 13. Vou subir um vídeo explicando bonitinho pra vocês. Quero dividir com vocês o que passei. Não foi fácil: sintomas físicos, sintomas emocionais, que são muito fortes".

A atriz tranquilizou os fãs sobre seu estado de saúde: "Estou aqui me recuperando para ficar 1.000% para entregar um trabalho bem lindo para vocês".

Recentemente, Samara revelou que a filha mais nova, Lara, de 8 anos, foi vacinada contra a Covid-19 nos EUA, durante uma temporada com o pai, o jogador de basquete Leandrinho: "Posto essa foto chorando de saudade e com o coração cheio de felicidade, gratidão e esperança. Vacinas salvam vidas. Minha filha está de férias com o pai nos EUA e se vacinou lá; a vacinação no Brasil em crianças começa ainda neste mês, então não deixem de levar seus pequenos. A mãe aqui chora é de alegria. Que todos consigam vacinar suas crianças!!".

Segundo Samara, Lara não teve reação ao imunizante e tomará a segunda dose da vacina no Brasil.

Nos stories, Samara explicou que a filha mais velha, Alicia, de 12 anos, se vacinou contra a doença no Brasil. No país, a vacinação de crianças de 5 a 11 anos ainda não foi iniciada. 

Últimas