A evolução do Windows ao longo dos anos

O Windows é o sistema operacional gráfico mais popular do mundo (apesar de um declínio na participação de mercado no ano passado) e, como tal, passou por muitas mudanças à medida que a tecnologia melhorou e cresceu. Com o recente anúncio da chegada de sua mais nova versão, o Windows 11, vamos dar uma olhada… O post A evolução do Windows ao longo dos anos apareceu primeiro em Outer Space.

Outerspace
A evolução do Windows ao longo dos anos

A evolução do Windows ao longo dos anos

Outerspace

O Windows é o sistema operacional gráfico mais popular do mundo (apesar de um declínio na participação de mercado no ano passado) e, como tal, passou por muitas mudanças à medida que a tecnologia melhorou e cresceu.

Com o recente anúncio da chegada de sua mais nova versão, o Windows 11, vamos dar uma olhada nas reviravoltas que levaram o sistema operacional a onde está hoje.

O início e o Windows 95

O Windows começou como uma extensão gráfica do MS-DOS, a interface orientada por texto e sem cursor que muitos membros da comunidade de TI experimentaram ao mergulhar de cabeça no mundo dos computadores.

Nós poderíamos continuar falando sobre como ele evoluiu ao longo do tempo em meio à competição do sistema operacional Macintosh da Apple, mas dado que nós realmente não estávamos vivos na época, ficou claro rapidamente que este trecho não era tão relevante.

Pularemos alguns anos para a primeira versão do Windows popularmente conhecida: o Windows 95.

O Windows 95 foi o pioneiro em muitos dos recursos que viriam a ser a base dos sistemas operacionais durante grande parte do século XXI. Estamos falando de ícones na área de trabalho, barra de tarefas, notificações e, claro, o botão Iniciar.

Na época, o Windows 95 realmente ajudou a impulsionar os computadores para um uso mais amplo pelo consumidor, pois combinava a natureza gráfica do Windows original com a interface do MS-DOS para criar um painel de único para um usuário operar sua máquina.

Windows XP

Lançado em 2001, o XP marcou o início de uma nova era para o Windows, pois iterou nas partes bem-sucedidas e malsucedidas do 95 para tornar a experiência do usuário de PC mais fácil e acessível.

De uma perspectiva de negócios, o XP também trouxe a versão “Profissional” para que empresas e usuários avançados pudessem ter maior controle sobre os recursos de rede e segurança que eram cruciais para construir um novo paradigma do escritório moderno.

Outra adição foi o VPN para Windows para proteger dados confidenciais. As preocupações com a segurança dos usuários online é de longa data, não só um problema moderno causado pela pandemia.

O XP também marcou a introdução do Windows Server, que por si só fornece muitas ramificações para a indústria de TI corporativa que ainda estão em uso hoje.

Windows Vista

O XP perdurou por um longo tempo, mas como todas as coisas boas, chegou ao fim com a introdução de talvez a iteração mais problemática do sistema operacional, o Vista, em 2006.

O Vista era o alvo contínuo de piadas e, quando você usava pela primeira vez, entendi o porquê: era desajeitado, caro e quando finalmente era adicionado ao PC doméstico, principalmente abaixo do padrão, parecia horrível em comparação com o amado XP.

Embora muitos dos recursos adicionados a ele fossem realmente ótimos e reformulassem completamente o sistema operacional Windows de um ponto de vista interno, os consumidores na época só queriam o XP de volta.

Windows 7, 8 e 10

Com o advento do Windows 7 em 2009 e a atualização subsequente para 8 em 2012 e depois 10 em 2009, o Windows marcou o reinado da era moderna dos computadores.

Ao contrário do Vista, que teve uma imagem pública geralmente negativa, 7, 8 e 10 foram bastante bem recebidos, por aparentemente todos os usuários.

A introdução do menu Iniciar no Windows 8 facilitou o uso da tecnologia de toque em tablets e telefones. O Windows 10 parecia praticamente um retorno do amado XP com a adição da Cortana, assistente de IA da Microsoft.

O Windows 7, 8 e 10, em última análise, marcaram o que parecia ser uma tentativa da Microsoft de criar uma experiência que tanto usuários novos quanto antigos do Windows pudessem aproveitar e, na nossa opinião, funcionou bem nesse aspecto.

Windows 11. É realmente bom?

Tudo isso nos leva aos dias atuais, onde a Microsoft anunciou no mês passado, em junho, que lançaria o Windows 11.

O Windows 11 finalmente chegou e, como você provavelmente já ouviu falar, é incrível. Uma área de trabalho elegante redesenhada, novos recursos multitarefa, integração de aplicativos Android e muito mais esperam por você no Windows 11.

O botão Iniciar do Windows 11 fica em um novo local: a parte inferior central da tela. A Microsoft exibiu o novo posicionamento durante o evento de lançamento do Windows 11. É a primeira vez que o botão Iniciar estará em um novo local desde o Windows 95.

Em maio, a Microsoft atualizou a barra de tarefas com um recurso chamado notícias e interesses, que permite que você veja um feed de conteúdo incluindo notícias, previsão do tempo, ações e tráfego.

O lançamento do Windows 11 marca a primeira renovação significativa do sistema operacional nos últimos seis anos.

O post A evolução do Windows ao longo dos anos apareceu primeiro em Outer Space.

Últimas