Outer Space Activision Blizzard é processada pelo estado da Califórnia por machismo

Activision Blizzard é processada pelo estado da Califórnia por machismo

A Activision Blizzard está sendo processada pelo Departamento de Fair Employment and Housing (algo como Justiça do Emprego e Moradia) da Califórnia por suposta cultura de machismo, assédio sexual e discriminação praticada contra funcionárias. O processo é consequência de uma investigação conduzida pela DFEH por mais de dois anos e que concluiu ter encontrado “evidências… O post Activision Blizzard é processada pelo estado da Califórnia por machismo apareceu primeiro em Outer Space.

Outerspace
Activision Blizzard é processada pelo estado da Califórnia por machismo

Activision Blizzard é processada pelo estado da Califórnia por machismo

Outerspace

A Activision Blizzard está sendo processada pelo Departamento de Fair Employment and Housing (algo como Justiça do Emprego e Moradia) da Califórnia por suposta cultura de machismo, assédio sexual e discriminação praticada contra funcionárias.

O processo é consequência de uma investigação conduzida pela DFEH por mais de dois anos e que concluiu ter encontrado “evidências de que a Activision Blizzard discriminou funcionárias do sexo feminino em termos e condições de emprego, incluindo remuneração, atribuição, promoção, rescisão, dispensa construtiva e retaliação”, além de casos de assédio sexual.

O processo, que foi aberto na terça-feira no Tribunal Superior de Los Angeles, afirma que, apesar de ser sediada na Califórnia “onde as proteções mais fortes do país contra assédio, igualdade de pagamento e outras oportunidades de emprego iguais existem para os funcionários”, a Activision não conseguiu fazer melhorias nessas áreas e ainda é uma empresa gerida por “homens brancos”, com “apenas cerca de 20% de mulheres” em seus quadros.

“Ao contrário de sua base de clientes de jogadores cada vez mais diversificados, a força de trabalho dos réus é de apenas cerca de 20% de mulheres”, afirma o processo. “Sua alta liderança também é exclusivamente masculina e branca. As funções de CEO e presidente agora são – e sempre foram – ocupadas por homens brancos”.

“Poucas mulheres alcançam cargos importantes na empresa. As mulheres que alcançam cargos mais elevados ganham salários menores, pagamento de incentivos e remuneração total do que seus colegas homens, conforme evidenciado nos próprios registros dos réus”.

O processo prossegue citando alegados incidentes de assédio sexual e discriminação na Activision Blizzard, incluindo relatos de casos de funcionários do sexo masculino que beberam grandes quantidades de álcool enquanto “passeavam pelos cubículos do escritório e frequentemente se envolviam com comportamento inadequado em relação às funcionárias”.

De acordo com o processo, “os funcionários do sexo masculino orgulhosamente entram no trabalho de ressaca, jogam videogame por longos períodos durante o trabalho enquanto delegam suas responsabilidades às funcionárias, fazem piadas sobre seus encontros sexuais, falam abertamente sobre corpos femininos e fazem piadas sobre estupro”.

Também afirma que “em um exemplo particularmente trágico, uma funcionária cometeu suicídio durante uma viagem de negócios com um supervisor do sexo masculino que havia levado plugues anais e lubrificante com ele na viagem”. O processo alega que em uma festa antes de sua morte, colegas de trabalho compartilharam fotos da funcionária nua.

Outros alegados incidentes específicos no processo incluem relatos de funcionárias de que teriam aumento de salário e promoções negados, enquanto colegas homens ascenderam a cargos maiores em menos tempo, um supervisor masculino recém-promovido que “delegou suas responsabilidades às suas agora subordinadas para poder jogar Call of Duty”, funcionárias de RH e contabilidade da Activision recebendo menos do que seus colegas do sexo masculino e sendo preteridas para promoção apesar de “trabalharem substancialmente mais”, casos de funcionárias relataram que foram criticadas por saírem para buscar seus filhos na creche ou por serem expulsas das salas de lactação para que as funcionárias pudessem usar a sala para reuniões e uma funcionária afro-americana que disse que era microgerenciada de tal forma que, quando solicitou licença do trabalho, seu gerente a fez escrever um resumo de uma página de como ela gastaria seu tempo de folga.

Uma funcionária também teria dito que empregados aleatórios do sexo masculino a abordariam no trabalho e comentariam sobre seus seios, enquanto funcionárias da equipe de World of Warcraft observaram que supervisores machucam e fazem comentários depreciativos sobre estupro.

Em sua defesa, a Activision Blizzard afirmou que valoriza a diversidade, se esforça para promover a inclusão e não dá espaço para conduta sexual imprópria ou assédio de qualquer tipo. A empresa acusa a DFEH de falta de profissionalismo e militância irresponsável, o que estaria expulsando muitos negócios do estado da Califórnia.

“Levamos cada alegação a sério e investigamos todas as reivindicações. Nos casos relacionados à má conduta, foram tomadas medidas para solucionar o problema”, disse a empresa em comunicado.

“O DFEH inclui descrições distorcidas e, em muitos casos, falsas do passado da Blizzard. Temos sido extremamente cooperativos com o DFEH ao longo de sua investigação, incluindo o fornecimento de dados extensos e ampla documentação, mas eles se recusaram a nos informar quais problemas perceberam. Eles foram obrigados por lei a investigar adequadamente e a ter discussões de boa fé conosco para melhor compreender e resolver quaisquer reclamações ou preocupações antes de entrar em litígio, mas eles não o fizeram. Em vez disso, eles correram para registrar uma reclamação imprecisa, como demonstraremos no tribunal. Estamos enojados com a conduta condenável da DFEH de arrastar para a denúncia o trágico suicídio de uma funcionária cujo falecimento não tem qualquer relação com este caso e sem consideração por sua família enlutada. Embora consideremos esse comportamento vergonhoso e pouco profissional, infelizmente é um exemplo de como eles se comportaram ao longo de sua investigação. É esse tipo de comportamento irresponsável de burocratas estaduais irresponsáveis ​​que está expulsando muitos dos melhores negócios do estado da Califórnia”.

“O quadro que a DFEH pinta não é o local de trabalho da Blizzard de hoje. Nos últimos anos e continuando desde o início da investigação inicial, fizemos mudanças significativas para abordar a cultura da empresa e refletir mais diversidade em nossas equipes de liderança. Atualizamos nosso Código de Conduta para enfatizar um foco estrito de não retaliação, ampliamos programas e canais internos para que os funcionários relatem violações, incluindo a “Lista ASK” com uma linha direta de integridade confidencial e apresentamos uma equipe de Relações com Funcionários dedicada a investigar funcionários preocupações. Reforçamos nosso compromisso com a diversidade, equidade e inclusão e combinamos nossas Redes de Funcionários em um nível global, para fornecer suporte adicional. Os funcionários também devem passar por treinamento antiassédio regular, há muitos anos”.

“Nós nos esforçamos muito para criar pacotes de remuneração justos e recompensadores e políticas que refletem nossa cultura e negócios, e nos esforçamos para pagar a todos os funcionários de forma justa por trabalho igual ou substancialmente semelhante. Tomamos uma série de medidas proativas para garantir que o pagamento seja conduzido por fatores não discriminatórios. Por exemplo, recompensamos e recompensamos os funcionários com base em seu desempenho e realizamos treinamentos antidiscriminação abrangentes, inclusive para aqueles que fazem parte do processo de compensação”.

“Estamos confiantes em nossa capacidade de demonstrar nossas práticas como empregadores de oportunidades iguais, que promovem um ambiente de trabalho de apoio, diverso e inclusivo para nosso pessoal, e estamos comprometidos em continuar esse esforço nos próximos anos. É uma pena que a DFEH não quisesse se envolver conosco sobre o que eles pensavam que estavam vendo em sua investigação”.

O post Activision Blizzard é processada pelo estado da Califórnia por machismo apareceu primeiro em Outer Space.

Últimas