Outer Space Activision Blizzard vai dobrar número de mulheres em sua administração

Activision Blizzard vai dobrar número de mulheres em sua administração

A Activision Blizzard confirmou planos para dobrar o número de mulheres em seu conselho de administração. A mudança começa com a nomeação de Lulu Cheng Meservey, da empresa de boletins e podcasts Substack, para integrar o conselho, e prosseguirá com Kerry Carr, da Disney e Bacardi, que será indicada para eleição para o conselho na… O post Activision Blizzard vai dobrar número de mulheres em sua administração apareceu primeiro em Outer Space.

Outerspace
Activision Blizzard vai dobrar número de mulheres em sua administração

Activision Blizzard vai dobrar número de mulheres em sua administração

Outerspace

A Activision Blizzard confirmou planos para dobrar o número de mulheres em seu conselho de administração.

A mudança começa com a nomeação de Lulu Cheng Meservey, da empresa de boletins e podcasts Substack, para integrar o conselho, e prosseguirá com Kerry Carr, da Disney e Bacardi, que será indicada para eleição para o conselho na reunião anual de acionistas da empresa.

O conselho da Activision Blizzard consistia anteriormente de oito homens e duas mulheres, metade dos quais estão em seus cargos há quase duas décadas. Dois homens, Hendrik Hartong III e Casey Wasserman, serão afastados para dar lugar às pessoas que se identificam como mulheres.

As mudanças no conselho de administração da Activision Blizzard visam adequar a empresa às novas leis da Califórnia que exigem proporção de mulheres na direção das empresas compatível com o número de homens. Além disso, a decisão serve para mitigar em parte as demandas de legisladores e dos próprios funcionários da empresa que se rebelaram desde meados do ano passado, quando o estado da Califórnia iniciou uma ação na justiça contra o que seriam práticas machistas e discriminatórias na Activision Blizzard.

O conselho da Activision Blizzard enfrentou críticas por seu apoio contínuo ao CEO Bobby Kotick, que sobreviveu a pedidos generalizados por sua renúncia enquanto a empresa enfrenta vários processos de má conduta sexual e assédio. O executivo pretende permanecer no cargo e limpar sua imagem enquanto avança com os planos de fusão com a Microsoft, que chegou a um acordo para comprar a Activision Blizzard por US$ 68,7 bilhões em janeiro de 2022.

A aquisição está sendo examinada pela Comissão Federal de Comércio dos EUA, que está conduzindo uma revisão antitruste para determinar se o negócio cria algum monopólio ou competição injusta.

A Activision Blizzard também pretende ter 50% de mulheres e “não-binários” ocupando sua força de trabalho nos próximos anos e para isso nomeou recentemente Kristen Hines como sua nova diretora de diversidade, equidade e inclusão.

O post Activision Blizzard vai dobrar número de mulheres em sua administração apareceu primeiro em Outer Space.

Últimas