Outer Space Clássico ICO completa 20 anos e estúdio mostra protótipo no PS1

Clássico ICO completa 20 anos e estúdio mostra protótipo no PS1

O estúdio genDESIGN, do designer Fumito Ueda, divulgou o vídeo de um protótipo de Ico no primeiro PlayStation como parte das homenagens aos 20 anos do jogo de aventura que se tornou um dos mais influentes das últimas décadas. Ico foi lançado para o PlayStation 2 em 6 de dezembro de 2001 sob a marca… O post Clássico ICO completa 20 anos e estúdio mostra protótipo no PS1 apareceu primeiro em Outer Space.

Outerspace
Clássico ICO completa 20 anos e estúdio mostra protótipo no PS1

Clássico ICO completa 20 anos e estúdio mostra protótipo no PS1

Outerspace

O estúdio genDESIGN, do designer Fumito Ueda, divulgou o vídeo de um protótipo de Ico no primeiro PlayStation como parte das homenagens aos 20 anos do jogo de aventura que se tornou um dos mais influentes das últimas décadas.

Ico foi lançado para o PlayStation 2 em 6 de dezembro de 2001 sob a marca do hoje extinto Sony Japan Studio. Na época, o jogo se destacou principalmente pela qualidade artística e ambientação onírica, elementos que o diretor Fumito Ueda repetiria mais tarde com Shadow of the Colossus e The Last Guardian.

Enquanto a ênfase na ambientação e nas sutilezas de seu enredo e jogabilidade posicionaram Ico como um jogo improvável de conquistar um grande público, seu impacto foi enorme entre os profissionais da indústria de games, tanto que seu 20º aniversário mereceu as honras de uma capa e nada menos que 40 páginas na revista japonesa Famitsu da semana passada.

No artigo, o cofundador da Naughty Dog, Neil Druckmann, afirma que Ico é o seu jogo favorito de todos os tempos, chamando-o de “uma verdadeira obra-prima na história dos videogames”.

“A mecânica central (segurar as mãos) e o design dos quebra-cabeças criam uma sensação de união que só pode ser experimentada em um videogame”, explicou Druckmann. “A narrativa bela e comovente fornece um contexto rico para esses sistemas de jogo e contribui para uma experiência profundamente emocional”.

“A direção de arte e o design de nível envolvem o jogador em uma sensação de solidão e charme sombrio. Música e som são discretos, mas impressionantes. Todos esses elementos cuidadosamente elaborados se juntam para criar uma obra de arte e uma obra de arte influente. Ico uma fonte de inspiração e meu jogo favorito de todos os tempos”.

Hidetaka Miyazaki, criador de Dark Souls e Bloodborne, atribuiu a Ico e Ueda a própria existência de seus jogos consagrados e seu ingresso como designer na From Software.

“Pessoalmente, quando me formei na faculdade e comecei a trabalhar, e quando fiquei algum tempo longe dos jogos, fui recomendado a jogar Ico na casa de um amigo. Foi uma bela experiência e história que eu não poderia imaginar, e sinto muito por meus amigos, mas fiquei silenciosamente comovido”, confidenciou Miyazaki.

“Então, saí da empresa para a qual trabalhava na época e cheguei às portas da indústria de jogos, na From Software. Não foi um exagero, foi um jogo que mudou a minha vida, e estou orgulhoso por ele ter sido Ico e por ser o jogo do Sr. Ueda”.

“Parabéns pelo 20º aniversário do lançamento de Ico. Como fã, estou ansioso pelo novo trabalho de Ueda-san”.

“Meu jogo Super Smash Bros Melee foi lançado em 21 de novembro do mesmo ano, então nascemos muito próximos um do outro”, acrescentou o diretor do Smash Bros, Masahiro Sakurai, observando que ele e o criador de Ico, Fumito Ueda, também têm a mesma idade.

“[Ico é] um jogo que mostra uma visão do mundo de um lugar alto, que se destaca e é óbvio para quem não está de fora olhando. É o oposto do estilo de Kirby e Smash Bros, que Descrevi como ‘colinas com alturas baixas e campos amplos'”.

“É o fato de que cada pessoa enfrenta uma direção diferente que os torna valiosos. Apoiamos o Sr. Ueda e os funcionários que acreditaram nele e o seguiram para criar um trabalho único”.

Já o designer Suda 51, de No More Heroes, elogiou o método único de salvar do jogo, no qual Ico e Yorda têm que se sentar em um sofá de pedra juntos. Suda afirmou que esta foi sua inspiração para salvar no banheiro em No More Heroes.

“O sofá não é especial? É macio e confortável, e quando duas pessoas se sentam lá, ele salva. Nos dias em que o salvamento automático ainda era um luxo, eu considerava [Ueda] meu rival por criar um ponto de salvamento tão estiloso”.

“Decidi criar um novo ponto de salvamento que seria tão bom quanto o sofá, então me juntei ao grupo de designers de jogos com saves baseados em cadeiras como Ueda-san com o save de banheiro. Um dia, gostaria de pegar emprestado um sofá-cama também, então, se você quiser usar um banheiro, não hesite em perguntar”.

Tetsuya Mizuguchi, de Lumines, Rez e Tetris Effect, comentou que Ico foi o primeiro jogo que ele jogou depois de completar Rez.

“Ainda me lembro vividamente de estar sentado em meu escritório vazio no final do ano, segurando a mão da garota e me sentindo estranhamente imerso no jogo”, disse ele. “Senti simpatia por aquele forte senso de autoria como um criador que vivia na mesma época, e foi muito encorajador”.

Já o diretor de cinema Guillermo del Toro, que participou como ator em Death Stranding de Hideo Kojima, destacou o universo, história e os protagonistas de Ico.

“Os jogos criados pela Ueda criam uma sensação única graças a um mundo que te atrai, elementos espirituais e aventuras que te remetem a valores como o amor e a bondade”, comentou o diretor.

“Os designs nas obras destacam a história e as ideias por trás da história e destacam a importância dos protagonistas. Brilhantemente elaboradas, polidas e graciosamente iluminadas, as cenas na obra refletem pensamentos importantes, conexões emocionais e faíscas maravilhosas. O interesse de Ueda-san não é se o jogador ganha ou perde, mas os pensamentos importantes que são colocados à prova e na inspiração para jogar”.

“Ico é uma viagem fantástica por um mundo criado pelos sentidos da luz, pelas histórias e desenhos animados que foram transmitidos ao longo dos tempos, pelas pinturas de De Chirico”, acrescentou del Toro, lembrando da capa japonesa de Ico e sua ilustração inspirada pelo pintor italiano Giorgio de Chirico.

“Ico se desdobra em uma história de delicadeza e emoções rara”, comentou o criador de Limbo e Inside, Arnt Jensen. “Com excelente animação e expressão visual, a beleza aguçada de Ico deixa uma impressão forte e para sempre, mesmo agora, 20 anos depois”.

“A estreia e obra-prima de Ueda-san teve um impacto tremendo sobre mim e ainda é um dos meus jogos favoritos, com sua expressão ousada, moderna e extraordinária”.

O vídeo do protótipo de Ico divulgado hoje foi criado no primeiro PlayStation e parte dele já havia sido mostrada na ocasião do lançamento de uma edição especial de Shadow of the Colossus.

“Este é um vídeo do desenvolvimento inicial do título Ico para PlayStation 2, lançado em 6 de dezembro de 2001. Foi criado por volta de 1998 para compartilhar o conceito do jogo com a equipe de desenvolvimento. Uma revelação para a equipe, a luz no fim do túnel, enquanto todos, incluindo o diretor Fumito Ueda, tateavam no escuro, sem saber que tipo de jogo Ico se tornaria. Apesar das imperfeições do vídeo e do som, como scanlines e ruído, bem como depuração na exibição, não ousamos modificar ou editar a filmagem para expressar a atmosfera daquela época”, comentou o estúdio genDESIGN.

O estúdio independente de Fumito Ueda assinou contrato com a Epic Games Publishing para o desenvolvimento do que será o seu primeiro jogo desde que deixou a PlayStation em 2011. Deste temos por enquanto apenas uma imagem parcial, divulgada no primeiro dia de 2021 com os votos de feliz ano novo do genDESIGN.

O post Clássico ICO completa 20 anos e estúdio mostra protótipo no PS1 apareceu primeiro em Outer Space.

Últimas