EA pretende “dobrar a aposta” em Star Wars depois de sucesso dos jogos

O CEO da Electronic Arts revelou que a empresa pretende “dobrar a aposta” na licença de Star Wars após uma série de lançamentos bem-sucedidos, sendo o mais recente Star Wars Jedi: Fallen Order. Em uma conferência com investidores na segunda-feira, o CEO Andrew Wilson se mostrou otimista com a licença Star Wars após contabilizar vendas… O post EA pretende “dobrar a aposta” em Star Wars depois de sucesso dos jogos apareceu primeiro em Outer Space.

EA pretende “dobrar a aposta” em Star Wars depois de sucesso dos jogos

EA pretende “dobrar a aposta” em Star Wars depois de sucesso dos jogos

Outerspace

O CEO da Electronic Arts revelou que a empresa pretende “dobrar a aposta” na licença de Star Wars após uma série de lançamentos bem-sucedidos, sendo o mais recente Star Wars Jedi: Fallen Order.

Em uma conferência com investidores na segunda-feira, o CEO Andrew Wilson se mostrou otimista com a licença Star Wars após contabilizar vendas volumosas em todas as plataformas, incluindo as móveis. Só os dois jogos da série Battlefront venderam juntos mais de 35 milhões de unidades de jogos e Jedi: Fallen Order, uma aventura single-player, passou das 10 milhões de unidades comercializadas.

Na semana passada, a EA anunciou Star Wars: Squadrons, um jogo de combate espacial previsto para sair em outubro deste ano. No espaço móvel, Star Wars: Galaxy of Heroes continua a ter níveis significativos de engajamento.

“Acima é a minha esperança: acima e à direita! Eu diria novamente, temos um relacionamento tremendo com a Disney e temos um relacionamento tremendo com a LucasArts – temos um relacionamento de longa data com eles, que remonta a Star Wars: The Old Republic, que lançamos em 2011”, comentou Wilson.

“Tivemos sucesso com tiro em primeira pessoa, em RPGs, em aventura e ação, em MMORPGs, em dispositivos móveis e acredito que teremos sucesso também no Squadrons. Então, novamente, acho que vamos dobrar a aposta nessa parceria. A Disney continua muito comprometida com a propriedade intelectual e o cânone e continua criando novos conteúdos”.

Apesar de ter obtido sucesso com a licença Star Wars, o caminho da EA desde o início da parceria com a Disney foi tortuoso. Na ocasião do lançamento de Battlefront 2, a empresa atraiu críticas duras pela ênfase nas micro-transações e modelo “pague para ganhar”, mas conseguiu remediar a situação removendo boa parte dessas características poucas horas antes do lançamento.

O agora extinto estúdio Visceral também passou dois anos desenvolvendo um jogo de aventura no universo Star Wars sob direção de Amy Hennig, da série Uncharted, mas o projeto foi cancelado.

Na mesma teleconferência, o diretor financeiro Blake Jorgensen ressaltou a confiança demonstrada pela Disney à EA ao tornar cânone elementos criados para Star Wars Jedi: Fallen Order.

“A equipe de Vince [Zampella] em Jedi: Fallen Order construiu uma parceria incrível com Lucas e conseguiu criar novos personagens e conteúdos nunca vistos, o que é raro na história de Star Wars”, disse ele.

“Isso apenas mostra a parceria criativa que construímos e creditamos a Vince, Stig [Asmussen] e a equipe… eles construíram uma base para as coisas que poderíamos fazer lá por muitos anos”.

A Electronic Arts sugeriu recentemente que tem interesse na criação de uma sequência de Star Wars Jedi: Fallen Order.

O post EA pretende “dobrar a aposta” em Star Wars depois de sucesso dos jogos apareceu primeiro em Outer Space.