Outer Space França proíbe termos em inglês como “streamer”, “cloud gaming” e “esports”

França proíbe termos em inglês como “streamer”, “cloud gaming” e “esports”

Oficialmente não existem mais “streamers” nem “esports” na França a partir de uma decisão do governo de banir anglicismos para preservar a pureza da língua francesa. No lugar das duas palavras, existirão apenas o “joueur-animateur en direct” (literalmente “jogador apresentador ao vivo”) e “jeu video de competition”. As novas regras anunciadas no Journal officiel de… O post França proíbe termos em inglês como “streamer”, “cloud gaming” e “esports” apareceu primeiro em Outer Space.

Outerspace
França proíbe termos em inglês como “streamer”, “cloud gaming” e “esports”

França proíbe termos em inglês como “streamer”, “cloud gaming” e “esports”

Outerspace

Oficialmente não existem mais “streamers” nem “esports” na França a partir de uma decisão do governo de banir anglicismos para preservar a pureza da língua francesa. No lugar das duas palavras, existirão apenas o “joueur-animateur en direct” (literalmente “jogador apresentador ao vivo”) e “jeu video de competition”.

As novas regras anunciadas no Journal officiel de la République française – o diário governamental do país que publica informações jurídicas, ordena que todo os meios oficiais do governo francês evitem o jargão tecnológico em inglês. A decisão foi tomada na tentativa de preservar a pureza da língua francesa e desencorajar os jogadores na França a usar anglicismos para atividades e conceitos que podem ser explicados em francês.

Os exemplos dados incluem também a substituição do termo “pro gamer” por “joueur professionnel” e “cloud gaming” por “jeu vídeo em nuage”.

Enquanto o cidadão comum ou meios privados ainda são livres para usar os termos que quiserem, a decisão orientada pela Académie Française, órgão fiscalizador da língua francesa, veta o uso de anglicismos por funcionários do governo francês.

Segundo o Ministério da Cultura da França, os termos em inglês podem ser uma “barreira de compreensão” para pessoas que não jogam regularmente, e os termos em francês são os preferidos porque permitem que a população se comunique com mais facilidade.

A Académie Française alertou em fevereiro sobre a profusão de anglicismos que estariam degradando a língua francesa, destacando termos como “big data” e “drive-in”. Agora, a academia soou o alarme para o universo dos jogos, onde novas palavras em inglês têm surgido sem a devida tradução ao francês.

Apesar das tentativas oficiais de preservar a pureza da língua, alguns termos como WiFi acabaram sendo adotados na França no lugar de “access sans fil”.

O post França proíbe termos em inglês como “streamer”, “cloud gaming” e “esports” apareceu primeiro em Outer Space.

Últimas