Outer Space Jogo chinês Black Myth: Wukong surpreende com gráficos dignos da próxima geração

Jogo chinês Black Myth: Wukong surpreende com gráficos dignos da próxima geração

Embora a China tenha a maior empresa de games do mundo, a Tencent, e potencialmente o maior mercado, o país jamais criou um jogo tradicional que fizesse sucesso mundialmente. Mas o primeiro candidato a mudar esta história foi revelado agora e virou instantaneamente um dos jogos mais falados da próxima geração. Black Myth: Wukong é… O post Jogo chinês Black Myth: Wukong surpreende com gráficos dignos da próxima geração apareceu primeiro em Outer Space.

Outerspace
Jogo chinês Black Myth: Wukong surpreende com gráficos dignos da próxima geração

Jogo chinês Black Myth: Wukong surpreende com gráficos dignos da próxima geração

Outerspace

Embora a China tenha a maior empresa de games do mundo, a Tencent, e potencialmente o maior mercado, o país jamais criou um jogo tradicional que fizesse sucesso mundialmente. Mas o primeiro candidato a mudar esta história foi revelado agora e virou instantaneamente um dos jogos mais falados da próxima geração.

Black Myth: Wukong é um jogo de ação no estilo Dark Souls baseado no mais famoso romance da literatura chinesa, Jornada ao Oeste, que também serviu de inspiração para a série de manga e anime Dragon Ball.

Seu protagonista é o próprio Sun Wukong, o Rei Macaco peregrino que, assim como na epopeia lançada em 1570, é dotado de poderes extraordinários, incluindo mudanças polimórficas e domínio do combate nas artes marciais.

O primeiro trailer mostra que o símio protagonista é capaz de se transformar em inseto e voar pelo cenário, e ainda maneja um bastão de combate com grande destreza. Mas o que salta aos olhos não é exatamente o enredo, mas o fato de um jogo chinês de um estúdio ainda desconhecido no ocidente ter alguns dos melhores gráficos de próxima geração vistos até agora – feitos no Unreal Engins 4 -, e uma jogabilidade que parece muito bem feita.

Quem está por trás de Black Myth: Wukong é o estúdio chinês Game Science, fundado por veteranos da Tencent em 2014. O estúdio, baseado em Hangzhou, já tem alguns jogos em seu crédito, incluindo o de estratégia multiplayer Act of War: Red Tides, que está disponível na Steam desde dezembro de 2016. Com Black Myth: Wukong, o estúdio tem como alvo o PC, mas também pela primeira vez os principais consoles do mercado – certamente o PS5 e o Xbox Series X – e outras plataformas em nuvem capazes de rodar o jogo corretamente, o que sugere metas globais de lançamento.

O trailer mostra gameplay em estágio pré-alfa, o que indica que o lançamento ainda está distante, embora tudo pareça tão bem feito.

Segundo o diretor de operações da Game Science, Lan Weiyi, a ideia de criar um jogo AAA tradicional foi tomada em 2017, após a constatação de que havia mais usuários da Steam na China que nos EUA. Normalmente, empresas chinesas focam em jogos para plataformas móveis, embora aos poucos algumas iniciativas estejam surgindo nas plataformas do PC e consoles tradicionais.

A Ubisoft e a Epic Games têm estúdios em Xangai, mas até hoje esses serviram como unidades de suporte ao desenvolvimento em outras regiões, sem produzir um jogo verdadeiramente chinês. Outros jogos com potencial para colocar a China no mapa da produção de títulos AAA são Lost Soul Aside e Bright Memory: Infinite, este último promovido pela Microsoft como um futuro jogo para Xbox Series X.

O post Jogo chinês Black Myth: Wukong surpreende com gráficos dignos da próxima geração apareceu primeiro em Outer Space.

Últimas