Outer Space Masayuki Uemura, designer do NES e SNES, morre aos 78 anos

Masayuki Uemura, designer do NES e SNES, morre aos 78 anos

Masayuki Uemura, o pioneiro designer do NES e do Super Nintendo, morreu aos 78 anos. A carreira de Uemura na Nintendo começou em 1972, numa época em que os videogames obviamente ainda não faziam parte do vocabulário da empresa. Vindo da Sharp, ele logo se envolveu com um produto que plantaria as sementes da Nintendo… O post Masayuki Uemura, designer do NES e SNES, morre aos 78 anos apareceu primeiro em Outer Space.

Outerspace
Masayuki Uemura, designer do NES e SNES, morre aos 78 anos

Masayuki Uemura, designer do NES e SNES, morre aos 78 anos

Outerspace

Masayuki Uemura, o pioneiro designer do NES e do Super Nintendo, morreu aos 78 anos.

A carreira de Uemura na Nintendo começou em 1972, numa época em que os videogames obviamente ainda não faziam parte do vocabulário da empresa. Vindo da Sharp, ele logo se envolveu com um produto que plantaria as sementes da Nintendo moderna, dedicada aos videogames inovadores, e criou o Laser Clay System, um simulador de tiro ao pombo imaginado por Gunpei Yokoi, o futuro designer do Game Boy, que foi lançado em 1973 e preparou o terreno para Duck Hunt.

Masayuki Uemura foi então encarregado do departamento de P&D2 (pesquisa e desenvolvimento), responsável pelo design de hardware. Começando com o Color TV-Game, uma linha de consoles caseiros com jogos integrados que só foi lançada no Japão em 1977. Mas obviamente não foram por essas máquinas que Masayuki Uemura entrou para a história.

Seu papel na Nintendo começou a mudar em uma noite em novembro de 1981, quando ele recebeu um telefonema do presidente Hiroshi Yamauchi colocando um pouco de pressão sobre seu trabalho: enquanto o departamento de P&D1 de Gunpei Yokoi fazia sucesso com a linha de portáteis Game & Watch, a equipe de Masayuki Uemura estava adormecida por falta de projetos. Mas Yamauchi já tinha um plano e incumbiu a equipe de Uemura com a missão de desenvolver outro console conectado à TV, mas desta vez com um sistema de jogos de cartucho intercambiável, proporcionando uma experiência de jogo similar aos fliperamas da época. Assim nasceria o Famicom, a versão japonesa do NES, lançada no Japão em 15 de julho de 1983 com três cartuchos: Donkey Kong, Donkey Kong Jr e Popeye.

Apesar de alguns incidentes no lançamento que levaram a Nintendo a fazer um recall de seu produto para substituir a placa-mãe que costumava causar travamentos, o Famicom alcançou o sucesso no Japão e em todo o mundo, estabelecendo de vez o conceito do videogame na sala de estar. O departamento de P&D2 de Masayuki Uemura também foi responsável pelo redesenho internacional do console, então renomeado Nintendo Entertainment System. Masayuki Uemura ainda estava encarregado desse departamento quando o Super Famicom/Super Nintendo foi criado, e ainda trabalhou com Ken Kutaragi, o pai do PlayStation, no chip de som de 16 bits.

“Nunca pensei que fosse um salvador. Só estava com medo e queria ter sucesso na América. Vindo aqui 30 anos depois, finalmente percebi que, sim, salvamos a indústria de videogames, mas na época eu não sabia disso”, confidenciou Uemura ao site GamesIndustry.biz em 2015.

Masayuki Uemura também liderou o design de periféricos não tão bem sucedidos, como o Famicom Disk System, Satellaview e NES Zapper. Ele também é creditado como produtor em vários jogos da NES, incluindo Ice Climber, Golf, Tennis, Baseball e nas conversões dos arcades Donkey Kong, Donkey Kong Jr e Mario Bros. Ele se aposentou em 2004, mas permaneceu próximo à administração da Nintendo como consultor.

O post Masayuki Uemura, designer do NES e SNES, morre aos 78 anos apareceu primeiro em Outer Space.

Últimas