Outer Space Nvidia detalha como será o ray-tracing em Cyberpunk 2077

Nvidia detalha como será o ray-tracing em Cyberpunk 2077

Após a nova apresentação de Cyberpunk 2077 na quinta-feira, a Nvidia anunciou que o jogo da CD Projekt Red fará mais uso da tecnologia de ray-tracing em tempo real que anteriormente planejado. A Nvidia está colaborando com a CD Proket Red para implementar o ray-tracing em Cyberpunk 2077 pelas placas de vídeo da linha RTX.… O post Nvidia detalha como será o ray-tracing em Cyberpunk 2077 apareceu primeiro em Outer Space.

Outerspace
Nvidia detalha como será o ray-tracing em Cyberpunk 2077

Nvidia detalha como será o ray-tracing em Cyberpunk 2077

Outerspace

Após a nova apresentação de Cyberpunk 2077 na quinta-feira, a Nvidia anunciou que o jogo da CD Projekt Red fará mais uso da tecnologia de ray-tracing em tempo real que anteriormente planejado.

A Nvidia está colaborando com a CD Proket Red para implementar o ray-tracing em Cyberpunk 2077 pelas placas de vídeo da linha RTX. Agora a tecnologia será implementada de quatro formas:

Oclusão ambiental por Ray Tracing – A oclusão ambiental é uma técnica de sombreamento e renderização usada para calcular a exposição de cada ponto de uma cena à iluminação ambiente. O resultado é um efeito de sombreamento difuso, que escurece as áreas fechadas e protegidas e aprimora o tom geral da imagem renderizada. Em Cyberpunk 2077, a oclusão ambiental por Ray Tracing também pode ser usada com iluminação local para aproximar os efeitos locais de sombra onde as sombras não aparecem;

Iluminação difusa por Ray Tracing – Essa técnica é usada para capturar o brilho do céu, bem como a iluminação emissiva de várias superfícies, o que é difícil de obter com as técnicas tradicionais de renderização;

Reflexos por Ray Tracing – Em Cyberpunk 2077, os reflexos por Ray Tracing são usados em todas as superfícies e podem rastrear feixes de luz por vários quilômetros. Eles estão presentes em objetos opacos e transparentes para simular a maneira como a luz reflete de superfícies brilhantes e metálicas. Isso inclui espelhos naturais lisos, como vidros de janelas, e também superfícies mais ásperas, como metal escovado. Diferentemente das técnicas de “screen space”, que podem refletir apenas o que está na tela, o Ray Tracing incorpora toda a cena ao redor do personagem e pode representar com precisão objetos fora da visão da câmera;

Sombras por Ray Tracing – Cyberpunk 2077 apresentará sombras direcionais do sol e da lua. Essas sombras buscam ser fisicamente precisas e até mesmo levar em conta a dispersão da luz nas nuvens. As sombras podem ser aprimoradas na versão final para oferecer suporte a outros tipos de fontes de luz quando necessário;

Cada um desses efeitos é desenvolvido pela API DXR Raytracing do DirectX 12 Ultimate e é otimizado para as GPUs gráficas GeForce RTX.

A CD Projekt Red divulgou imagens que exemplificam o uso do ray-tracing em Cyberpunk 2077. Veja aqui.

Além do ray-tracing, a Nvidia anunciou que Cyberpunk 2077 utiliza sua tecnologia NVIDIA DLSS 2.0, que usa uma rede neural para aumentar as taxas de quadros sem comprometer a qualidade visual. A tecnologia já está em vários jogos para PC, como Control e Minecraft.

Cyberpunk 2077 será lançado em 19 de novembro para PC, PS4 e Xbox One. Versões “apropriadas e completas da próxima geração” serão lançadas no PS5 e Xbox Series X em 2021, e provavelmente terão seus próprios efeitos visuais de ray-tracing.

O post Nvidia detalha como será o ray-tracing em Cyberpunk 2077 apareceu primeiro em Outer Space.

Últimas