Preocupada com imagem ruim, Nintendo pode se afastar de jogos mobile

A Nintendo pode estar se afastando do desenvolvimento de jogos para dispositivos móveis, apesar do sucesso financeiro da iniciativa até agora. Segundo uma reportagem da Bloomberg, o presidente da Nintendo, Shuntaro Furukawa, disse em maio a mídia japonesa que a empresa “não está necessariamente buscando continuar lançando muitos aplicativos novos para o mercado móvel” e… O post Preocupada com imagem ruim, Nintendo pode se afastar de jogos mobile apareceu primeiro em Outer Space.

Preocupada com imagem ruim, Nintendo pode se afastar de jogos mobile

Preocupada com imagem ruim, Nintendo pode se afastar de jogos mobile

Outerspace

A Nintendo pode estar se afastando do desenvolvimento de jogos para dispositivos móveis, apesar do sucesso financeiro da iniciativa até agora.

Segundo uma reportagem da Bloomberg, o presidente da Nintendo, Shuntaro Furukawa, disse em maio a mídia japonesa que a empresa “não está necessariamente buscando continuar lançando muitos aplicativos novos para o mercado móvel” e um dos motivos para isso seria a preocupação com o modelo agressivo de monetização deste setor.

A Nintendo faturou mais de US$ 1 bilhão em jogos para celular desde Super Mario Run de 2016, e curiosamente mais de 60% desse valor veio de um único título: Fire Emblem Heroes. Jogos de franquias tradicionalmente mais poderosas, como Super Mario Run e Mario Kart Tour, não alcançaram o sucesso que a Nintendo esperava nas plataformas móveis, o que também trouxe lições à empresa.

O modelo agressivo de monetização dos jogos para plataformas móveis, que geralmente são oferecidos gratuitamente para iniciar, mas criam entraves às vezes irritantes à jogabilidade para estimular a compra de itens e acesso a novos recursos, seria algo que a Nintendo julga ruim para sua imagem.

A Nintendo teria pedido aos seus parceiros de desenvolvimento móvel, como a DeNA, que não forcem os jogadores a gastar muito em jogos, temendo que isso possa prejudicar suas marcas. Porém, o que se viu em títulos como Mario Kart Tour foi justamente o oposto.

Furukawa revelou também que a decisão de desenvolvimento móvel foi motivada em grande parte pelo fracasso do Wii U, mas agora que a empresa conseguiu um novo grande sucesso com o Switch já não há a mesma pressão por parte dos investidores. Além disso, jogos para o Switch como Animal Crossing: New Horizons têm trazido retornos financeiros expressivos, enquanto a maioria dos títulos para plataformas móveis decepcionou comercialmente.

Outra característica dos jogos para plataformas móveis que desagrada a Nintendo é a limitação dos controles nos aparelhos. “A empresa acredita que suas franquias brilham mais quando combinadas com os controles projetados pela Nintendo e nunca foi totalmente confortável com a interface apenas de tela sensível ao toque de um telefone”, relata a Bloomberg.

De acordo com o consultor de jogos para dispositivos móveis Serkan Toto, “o enorme sucesso da Nintendo reduziu a necessidade e a pressão de colocar recursos em dispositivos móveis” e, a partir de agora, “o canal móvel da Nintendo está vazio”. Mesmo assim, o consultor entende que novos lançamentos da Nintendo para dispositivos móveis devem aparecer no futuro e “é muito provável que sejam apenas álibi para apaziguar os acionistas”.

A reportagem também afirma que o presidente da DeNA Co., Isao Moriyasu, diz que o estúdio, que desenvolveu muitos dos jogos para celular da Nintendo, não antecipa o lançamento de um novo aplicativo da marca até o final do exercício financeiro de 2021, que termina em março de 2021.

O post Preocupada com imagem ruim, Nintendo pode se afastar de jogos mobile apareceu primeiro em Outer Space.