Outer Space Produtores explicam como o DualSense será usado em Ghostwire: Tokyo

Produtores explicam como o DualSense será usado em Ghostwire: Tokyo

Em silêncio desde o ano passado, o Tango Gameworks voltou a falar sobre Ghostwire: Tokyo para enaltecer especificamente a tecnologia do controle DualSense do PS5, que tem entusiasmado a equipe de produção por suas aplicações no jogo de horror. Ghostwire: Tokyo é um jogo de ação em primeira pessoa baseado em um cenário contemporâneo, no… O post Produtores explicam como o DualSense será usado em Ghostwire: Tokyo apareceu primeiro em Outer Space.

Outerspace
Produtores explicam como o DualSense será usado em Ghostwire: Tokyo

Produtores explicam como o DualSense será usado em Ghostwire: Tokyo

Outerspace

Em silêncio desde o ano passado, o Tango Gameworks voltou a falar sobre Ghostwire: Tokyo para enaltecer especificamente a tecnologia do controle DualSense do PS5, que tem entusiasmado a equipe de produção por suas aplicações no jogo de horror.

Ghostwire: Tokyo é um jogo de ação em primeira pessoa baseado em um cenário contemporâneo, no qual a capital japonesa perde seus habitantes misteriosamente e fenômenos paranormais começam a surgir.

“Não poderíamos ficar mais animados com as oportunidades que a tecnologia do controle DualSense trouxe para Ghostwire: Tokyo. A combinação de resposta tátil, gatilhos adaptáveis e áudio integrado permite que os jogadores tenham uma imersão completa no mundo sobrenatural do jogo”, comentou o Tango Gameworks pelo blog do PlayStation.

“Com a resposta tátil, os jogadores entram em sintonia com os arredores, com a ajuda das vozes sobrenaturais que emanam dos alto-falantes do controle. Isso permite o uso do seu ‘sexto sentido’, que é perceber coisas que humanos normais não conseguem enxergar e usar esse conhecimento para resolver muitos dos mistérios que envolvem a cidade de Tóquio”.

“Durante combates, os jogadores manipulam os poderes dos elementos com as mãos para derrotar espíritos maléficos, e os gatilhos adaptáveis do controle DualSense trazem esses poderes à vida, oferecendo uma sensação tangível e distinta para cada um. Mesmo com os olhos fechados, é possível perceber a diferença entre rajadas de vento precisas e sagazes; a correnteza destrutiva da água; e a devastação bruta do fogo. Arriscar exorcismos a uma curta distância é ainda mais intenso, já que os gatilhos ajudam a simular o efeito de remover a alma de um inimigo espectral com suas próprias mãos”.

“Conforme os jogadores aperfeiçoam seus poderes sobrenaturais, os recursos do controle também vão melhorando. Quanto mais fortes forem as habilidades, mais forte será a resposta do controle, criando uma sensação perceptível de progresso real. Mal podemos esperar para ver os jogadores de Ghostwire desfrutarem de tudo isso”.

Ghostwire: Tokyo é, ao lado de Deathloop, um dos jogos da Bethesda que têm acordo de exclusividade temporária de um ano com o PlayStation 5. Este acordo foi firmado antes da aquisição da editora pela Microsoft, portanto será honrado mesmo que hoje o Tango Gameworks seja parte do Xbox Game Studios.

Ghostwire: Tokyo poderia será lançado em outubro de 2021 para PS5.

O post Produtores explicam como o DualSense será usado em Ghostwire: Tokyo apareceu primeiro em Outer Space.

Últimas