Produtores retiram jogos da Steam por silêncio da Valve sobre o Black Lives Matter

Vários estúdios independentes estão retirando seus jogos da plataforma Steam devido à relutância da Valve em comentar sobre o movimento Black Lives Matter. A pressão por um posicionamento político da Valve surgiu após manifestações, na semana passada, por parte de várias grandes empresas de jogos que fizeram doações e declarações de apoio ao Black Lives… O post Produtores retiram jogos da Steam por silêncio da Valve sobre o Black Lives Matter apareceu primeiro em Outer Space.

Produtores retiram jogos da Steam por silêncio da Valve sobre o Black Lives Matter

Produtores retiram jogos da Steam por silêncio da Valve sobre o Black Lives Matter

Outerspace

Vários estúdios independentes estão retirando seus jogos da plataforma Steam devido à relutância da Valve em comentar sobre o movimento Black Lives Matter.

A pressão por um posicionamento político da Valve surgiu após manifestações, na semana passada, por parte de várias grandes empresas de jogos que fizeram doações e declarações de apoio ao Black Lives Matter. A Valve teria sido a única grande empresa a não se manifestar.

O silêncio da Valve foi percebido por alguns desenvolvedores, e eles iniciaram uma campanha de boicote à loja nas redes sociais, além de exigir que a Valve remova seus jogos do Steam. Julian Glander, criador independente dos jogos Art Sqool e Lovely Weather, iniciou o boicote à Valve e prometeu nunca mais publicar um jogo pela Steam.

“Nas últimas semanas, a Steam e a Valve optaram por não abordar o movimento Black Lives Matter, deixando de fazer uma declaração ampla e genérica sobre a justiça racial”, disse Glander, copiando no Twitter a mensagem que enviou à Valve.

“Está mais claro do que nunca que os proprietários desta plataforma se sentem atraídos por uma base de jogadores brancos e raivosos do sexo masculino. Isso me deixa especialmente triste porque sinto que algumas dessas pessoas são as pessoas que mais precisam ouvir a mensagem do Black Lives Matter. Obviamente, como empresa, vocês fazem o que quiserem, mas acho que ter meus jogos associados à plataforma Steam é embaraçoso e um pouco nauseante”.

Desde então, os dois jogos de Glander foram removidos e outros desenvolvedores aderiram à campanha. Gabriel Koenig, da Ghost Time Games, pediu a remoção do jogo Test Tube Titans da Steam, e Dan Sanderson fez o mesmo com seu jogo First Winter.

“Temos o poder de exigir mudanças”, afirmou Koenig no Twitter. “Amigos de desenvolvimento, considerem usar sua voz. O Steam não receberá mais dinheiro de mim”.

“Desistir do Steam não foi uma decisão fácil que tomei. Ultimamente, tenho feito cerca de 1000 dólares por mês em vendas, e deixar isso para trás me deixou desconfortável. Mas se eu continuasse a lucrar com a loja deles, seria cúmplice deles silêncio sobre o ódio”.

A Valve segue sem se pronunciar sobre o movimento Black Lives Matter e os protestos anti-racismo desencadeados após morte do americano George Floyd pela polícia em Minneapolis, em 25 de maio.

A Epic Games Store, principal rival da Valve e a Steam, já se manifestou a favor do Black Lives Matter.

O post Produtores retiram jogos da Steam por silêncio da Valve sobre o Black Lives Matter apareceu primeiro em Outer Space.