Outer Space Tatuadora processa a 2K Games por royalties de tatuagens em lutador de WWE 2K

Tatuadora processa a 2K Games por royalties de tatuagens em lutador de WWE 2K

A 2K Games e sua controladora, a Take-Two Interactive, estão sendo processadas por uma tatuadora nos Estados Unidos por mostrar o lutador Randy Orton no jogo WWE 2K com seis tatuagens que, segundo ela, foram exibidas sem sua licença. Em 26 de setembro, um juiz federal de Illinois proferiu julgamento sumário parcial “determinando que a… O post Tatuadora processa a 2K Games por royalties de tatuagens em lutador de WWE 2K apareceu primeiro em Outer Space.

Outerspace

A 2K Games e sua controladora, a Take-Two Interactive, estão sendo processadas por uma tatuadora nos Estados Unidos por mostrar o lutador Randy Orton no jogo WWE 2K com seis tatuagens que, segundo ela, foram exibidas sem sua licença.

Em 26 de setembro, um juiz federal de Illinois proferiu julgamento sumário parcial “determinando que a WWE e a Take-Two Interactive Software, a editora da série de videogames WWE 2K, realmente copiou o trabalho” da tatuadora Catherine Alexander. Um novo julgamento irá decidir se a situação trata de violação de direitos autorais.

Este é o segundo caso de processo contra a Take-Two por infringir direitos autorais sobre tatuagens ao exibir o corpo de atletas em jogos de videogame. O primeiro, em 2016, acusa a empresa de exibir as tatuagens do jogador de basquete Lebron James na capa e conteúdo do jogo NBA 2K14 sem a licença de copyright do tatuador.

Processo parecido foi movido contra a THQ por mostrar as tatuagens do lutador Carlos Condit em UFC Undisputed 2010. Este foi resolvido com um acordo entre as partes.

O lutador da WWE Randy Orton se manifestou sobre o caso comentando que “ele entendia as tatuagens como sua expressão pessoal e nunca foi informado de que precisaria de permissão para torná-las visíveis”.

O juiz do Tribunal Distrital dos EUA, Staci Yandle, disse que “não está claro se Alexander e Orton discutiram as formas permitidas de cópia e distribuição das tatuagens ou se alguma licença implícita incluía direitos de sublicenciamento, de modo que Orton poderia dar permissão para outros copiarem as tatuagens de Alexander”.

Aprofundando no chamado “fair use”, o juiz explica que “Alexander alega que ela criou as tatuagens com o propósito de exibi-las no corpo de Orton e que os Réus usaram as tatuagens para o mesmo fim; para exibi-los no corpo de Orton nos videogames. Alexander também contesta a caracterização dos réus sobre o tamanho das tatuagens e afirma que elas são exibidas com destaque e claramente visíveis nos videogames. Estas são disputas factuais materiais”.

De acordo com o site The Hollywood Reporter, em 2009 Catherine Alexander tentou uma parceria com a WWE para distribuição de mangas de camiseta com tatuagens falsas dos lutadores e estava disposta a negociar as reproduções de seu trabalho. A empresa teria rejeitado a ideia e aparentemente disse a ela que “eles podem fazer o que quiserem com as imagens”.

O post Tatuadora processa a 2K Games por royalties de tatuagens em lutador de WWE 2K apareceu primeiro em Outer Space.

Últimas