Outer Space Teclado e mouse: como são as inovações para esses clássicos?

Teclado e mouse: como são as inovações para esses clássicos?

O primeiro mouse comercializado no mundo foi produzido pela empresa alemã Telefunken, isso ainda na década de 70. Ele fazia parte do conjunto de computador, teclado e mouse lançado pela empresa. Apesar de ter sido inventado muito antes, só a partir daí os mouses entraram realmente no mercado. Em seguida vieram os mouses óticos que… O post Teclado e mouse: como são as inovações para esses clássicos? apareceu primeiro em Outer Space.

Outerspace
Teclado e mouse: como são as inovações para esses clássicos?

Teclado e mouse: como são as inovações para esses clássicos?

Outerspace

O primeiro mouse comercializado no mundo foi produzido pela empresa alemã Telefunken, isso ainda na década de 70. Ele fazia parte do conjunto de computador, teclado e mouse lançado pela empresa.

Apesar de ter sido inventado muito antes, só a partir daí os mouses entraram realmente no mercado. Em seguida vieram os mouses óticos que acabaram sendo lançados pela Microsoft em 1999.

A conhecida bolinha existente no interior dos mouses mecânicos lançados anteriormente foi substituída por um LED e posteriormente com o desenvolvimento de novas tecnologias evoluiu até chegarmos aos dias de hoje com o laser díodo.

O tempo desses antigos mouses já passou e deixam poucas saudades se lembrarmos até mesmo daqueles mouses de bolinha que eram precisos ser limpos constantemente.

Hoje no mercado já podemos encontrar uma variedade enorme de mouses para todo tipo de usuário, inclusive os específicos para os gamers. A Betway fez uma pesquisa com uma centena de jogadores profissionais para saber quais eram os mouses mais recomendados para jogar e as opções são de deixar embasbacado qualquer um.

São mouses com estilo e design modernista com uma série de botões que permitem configurações adicionais.Três empresas praticamente lideram o mercado de mouses para gamers no Brasil, a SteelSeries, a Razer e a Logitech.

A empresa Logitech inclusive começou a fabricação de mouses em 1982 e chegou à marca de 1 bilhão de unidades vendidas. Ela também foi a responsável pelo lançamento do primeiro mouse sem fio. Entre os mouses citados no texto da Betway o G Pro e o G Pro X da Logitech estão entre os “queridinhos”.

O mouse ergonômico

O aparecimento dos mouses ergonômicos na verdade não foi um simples modismo ou mesmo vontade de criar um novo design para esse periférico.

Foi na verdade a necessidade de resolver um problema que os usuários de computador estavam sofrendo, as lesões por esforço repetitivo. Essa síndrome causa inflamação dos nervos, tendões e inclusive a musculatura.

Os mouses realmente sofreram uma grande evolução, o que permite aos gamers escolher o tipo de pegada mais adequado para as mãos, regulagem da sensibilidade e outras configurações.

Teclado

Muita gente não sabe, mas a posição das letras em um teclado de computador é exatamente igual a das antigas máquinas de escrever. Isso não ocorreu por simples coincidência, na verdade foi feito dessa maneira para que as pessoas se adaptassem melhor a essa nova ferramenta tecnológica que era o computador.

Quem lembra dos teclados mais antigos sabe que eles não deixam saudades devido aos problemas constantes, como as teclas se soltando ou travando devido à poeira. Isso sem falar na conexão do teclado com o PC que tinham duas opções DIN e USB e nem todos eram ABNT.

Agora é possível encontrar no mercado os mais diversos modelos de teclados, desde os mais baratos de R$20, até os mais sofisticados a partir de R$1.400 como o Corsair Strafe MK.2 RGB e o Razer BlackWidow V3. Essas duas marcas também são citadas no texto da Betway como referências na produção de acessórios.

Nos teclados mais básicos encontramos uma membrana de silicone, através da qual é feito o acionamento. Se precisarmos de algo mais tecnológico, encontramos os teclados de acionamento mecânico atuais. Apesar da semelhança com o teclado de membrana, ele possui diferenças enormes.
Em cada uma das teclas existe um interruptor e molas individuais, oferecendo uma resposta bem mais rápida. Basta tocar levemente nas teclas sem a necessidade de pressionar muito. Eles possuem iluminação e possibilidade de configuração das mesmas.

Estes teclados são os escolhidos principalmente pelos gamers, contudo custam bem mais do que os mais simples. Para aqueles que gostam de novidades, também existem no mercado os teclados dobráveis sem fio que são muito práticos para se transportar. Um ponto positivo: eles não possuem preços muito abusivos. É possível encontrá-los por um preço em média de R$150.

Conclusão

O importante é que a tecnologia tem visado não só a melhora técnica dos periféricos, mas também a saúde do usuário final.

Hoje com a diminuição de peso dos equipamentos e melhor pegada, permitindo um melhor e mais confortável encaixe das mãos, são fatores importantes para evitar o surgimento de lesões aos usuários.

O post Teclado e mouse: como são as inovações para esses clássicos? apareceu primeiro em Outer Space.

Últimas