Outer Space Testadores de Call of Duty decidem formar sindicato nos EUA

Testadores de Call of Duty decidem formar sindicato nos EUA

Um grupo de testadores de garantia de qualidade da Raven Software, desenvolvedora de Call of Duty Warzone, anunciou a formação de um sindicato associado à união sindical Communication Workers of America (CWA). O grupo de 34 membros, chamado Game Workers Alliance, pediu oficialmente à Activision Blizzard que reconheça o sindicato, que seria o primeiro formado… O post Testadores de Call of Duty decidem formar sindicato nos EUA apareceu primeiro em Outer Space.

Outerspace
Testadores de Call of Duty decidem formar sindicato nos EUA

Testadores de Call of Duty decidem formar sindicato nos EUA

Outerspace

Um grupo de testadores de garantia de qualidade da Raven Software, desenvolvedora de Call of Duty Warzone, anunciou a formação de um sindicato associado à união sindical Communication Workers of America (CWA).

O grupo de 34 membros, chamado Game Workers Alliance, pediu oficialmente à Activision Blizzard que reconheça o sindicato, que seria o primeiro formado por trabalhadores de um grande estúdio de desenvolvimento de jogos norte-americano.

Segundo o CWA, 78% dos funcionários do setor de controle de qualidade da Raven Software, a maioria dedicada a Warzone, votaram a favor da sindicalização. Enquanto isso, funcionários de outros estúdios da Activision Blizzard seguem em greve desde o início de dezembro em protesto contra os planos da empresa de reduzir o departamento de controle de qualidade no final de janeiro, bem como por queixas de horas extras excessivas, baixos salários, expectativa de realocação e alegações de cultura corporativa “tóxica”.

Atualmente, a Raven Software tem 40 funcionários na equipe de testadores, e os planos eram de reduzir esta força de trabalho em cerca de 30%.

Os funcionários insatisfeitos alegam que as demissões foram anunciadas em um momento de lucros exuberantes para a Activision Blizzard, e não estão relacionadas a performance dos funcionários. Eles lembram que Call of Duty Warzone está gerando US$ 5,2 milhões diariamente à Activision Blizzard.

“Imediatamente após o trabalho [no início de dezembro], todos nos reunimos, algumas pessoas vieram à minha casa e nos confortamos e choramos juntos”, disse Onah Rongstad, testadora de controle de qualidade da Raven, ao The Washington Post.

“E então, nos próximos dias, nos reunimos e dissemos que não podemos ficar em silêncio sobre isso, não podemos deixar isso acontecer e finalmente decidimos atacar”.

“Tivemos uma reunião real na Raven QA [Garantia de Qualidade] após o início da greve no início de dezembro, e estamos muito animados que estamos criando essa bela união como resultado disso”.

No início da semana, a Microsoft anunciou que chegou a um acordo para adquirir a Activision Blizzard por US$ 68,7 bilhões – o maior negócio da indústria de jogos de todos os tempos. As duas empresas continuarão a operar de forma separada até 2023.

O post Testadores de Call of Duty decidem formar sindicato nos EUA apareceu primeiro em Outer Space.

Últimas