Outer Space Ubisoft afasta diretor do estúdio de Skull & Bones por assédio sexual

Ubisoft afasta diretor do estúdio de Skull & Bones por assédio sexual

A Ubisoft afastou mais um diretor após denúncias de assédio sexual, desta vez no estúdio de Cingapura onde o desaparecido Skull & Bones está sendo reformulado. Hugues Ricour, diretor administrativo na Ubisoft Cingapura, teria sido afastado em agosto, mas a situação só foi confirmada agora por um email interno visto pelo site Kotaku, no qual… O post Ubisoft afasta diretor do estúdio de Skull & Bones por assédio sexual apareceu primeiro em Outer Space.

Outerspace
Ubisoft afasta diretor do estúdio de Skull & Bones por assédio sexual

Ubisoft afasta diretor do estúdio de Skull & Bones por assédio sexual

Outerspace

A Ubisoft afastou mais um diretor após denúncias de assédio sexual, desta vez no estúdio de Cingapura onde o desaparecido Skull & Bones está sendo reformulado.

Hugues Ricour, diretor administrativo na Ubisoft Cingapura, teria sido afastado em agosto, mas a situação só foi confirmada agora por um email interno visto pelo site Kotaku, no qual Virginie Haas, chefe de operações dos estúdios da Ubisoft, confirmou o afastamento, mas não a demissão, do diretor.

“Com efeito imediato, Hugues Ricour não é mais Diretor Executivo da Ubisoft Singapura”, diz o e-mail. “Os resultados da auditoria de liderança que foi realizada nas últimas semanas por nossos parceiros externos tornam impossível para ele continuar nesta posição”.

“Podemos confirmar que Hugues Ricour está deixando seu cargo de diretor e também deixando o estúdio de Cingapura, mas permanecerá na Ubisoft”, acrescentou um porta-voz da empresa em seguida.

Ricour estava na Ubisoft Cingapura desde o início de 2018 e comandava a equipe do jogo de batalha naval Skull & Bones, bem como equipes de co-produção da série Assassin’s Creed e Immortals Fenyx Rising.

Em outubro a Ubisoft publicou os resultados de uma pesquisa interna realizada em resposta a várias alegações de má conduta no local de trabalho que mancharam a reputação da editora francesa.

A pesquisa, respondida por quase 14.000 funcionários da Ubisoft em anonimato, descobriu que 20% dos entrevistados não se sentiam “totalmente respeitados ou seguros no ambiente de trabalho” e 25% disseram já ter testemunhado ou sido vítimas de má conduta no local de trabalho nos últimos dois anos.

O estudo foi conduzido por uma empresa de pesquisa terceirizada após as denúncias de casos de assédio sexual, machismo e racismo que surgiram repentinamente na empresa nos últimos meses. As alegações resultaram na demissão de funcionários com longas carreiras na Ubisoft, incluindo o diretor de criação Serge Hascoët, que supervisionava a criação geral da Ubisoft desde a matriz francesa.

O diretor dos estúdios canadenses da Ubisoft, Yannis Mallat, o chefe global de RH Cécile Cornet, o veterano diretor de criação Maxime Béland e o diretor de criação de Assassin’s Creed: Valhalla, Ashraf Ismail, também foram afastados.

Em uma carta publicada junto com os resultados da pesquisa, o CEO da Ubisoft, Yves Guillemot, disse que a empresa agora tem novos mecanismos de denúncia de assédio anônima.

Skull & Bones, que foi revelado na E3 de 2017, está sendo reformulado seguindo uma nova direção. Segundo a Ubisoft, o jogo será reapresentado ao público em 2021.

O post Ubisoft afasta diretor do estúdio de Skull & Bones por assédio sexual apareceu primeiro em Outer Space.

Últimas