Xbox Series X: preço, data de lançamento e tudo que sabemos sobre o novo console

O Xbox Series X é o próximo console da Microsoft. Sucedendo o Xbox One, ele chegará ao mercado no final de 2020. Aqui está tudo o que sabemos sobre o console da próxima geração que irá competir com o PlayStation 5. O Xbox Series X foi apresentado ao mundo em 12 de dezembro de 2019… O post Xbox Series X: preço, data de lançamento e tudo que sabemos sobre o novo console apareceu primeiro em Outer Space.

Xbox Series X: preço, data de lançamento e tudo que sabemos sobre o novo console

Xbox Series X: preço, data de lançamento e tudo que sabemos sobre o novo console

Outerspace

O Xbox Series X é o próximo console da Microsoft. Sucedendo o Xbox One, ele chegará ao mercado no final de 2020. Aqui está tudo o que sabemos sobre o console da próxima geração que irá competir com o PlayStation 5.

O Xbox Series X foi apresentado ao mundo em 12 de dezembro de 2019 na cerimônia The Game Awards, em um vídeo que revelou um console com design remanescente de uma torre de PC, bastante diferente do que se viu na linha Xbox desde então.

Qual é a data de lançamento do Xbox Series X?

O Xbox Series X será lançado no final de 2020, assim como o PS5. A Microsoft ainda não marcou a data certa, mas reiterou diversas vezes nos últimos meses que seu cronograma segue inalterado e o console estará nas lojas até o final do ano, mesmo que alguns jogos possam atrasar.

Qual será o preço do Xbox Series X?

O preço do Xbox Series X ainda não é conhecido. Jason Ronald, executivo da Microsoft, sugeriu que a Microsoft cobraria preços “razoáveis”, o que não significa muito. Especula-se que a Microsoft e a Sony estejam esperando o valor do console concorrente vazar para então definir o preço de cada um. O certo é que se tratando de dois hardwares parecidos, o Xbox Series X e o PlayStation 5 devem sair com preços bastante competitivos, possivelmente envolvendo até algum prejuízo para seus fabricantes no início.

Usando a última geração como parâmetro, o Xbox One foi lançado em 2013 por US$ 499, mas o preço logo foi reduzido e a Microsoft passou a vender o console sem o acessório Kinect 2.0, responsável por boa parte do valor original. US$ 499 parece estar na zona ideal de preço para a Microsoft, já que este também foi o preço do modelo Xbox One X lançado no final de 2017.

No Brasil, o Xbox One original foi lançado custando R$ 2.200, em 2013, quando a cotação do dólar estava em R$ 2,2. O Xbox Series X chegou ao país no final de 2017 custando R$ 3999.

Seguindo este padrão, é possível arriscar que o preço do Xbox Series X será entre US$ 450 e US$ 550, sendo US$ 499 o valor mais “redondo” para o marketing da Microsoft. No Brasil é difícil prever o valor, dada a flutuação da cotação do dólar em 2020, mas é seguro dizer que o Xbox Series X não custará menos que R$ 5000.

É importante lembrar que a Sony e a Microsoft têm margens pequenas de lucro na venda de consoles inicialmente, quando não são zero ou mesmo absorvem prejuízos. O objetivo é vender o maior número possível de dispositivos para impor seu ecossistema aos consumidores e então obter lucros pela venda de acessórios, jogos e serviços, incluindo assinaturas pagas, como a PlayStation Plus, Xbox Live Gold e Game Pass.

Especificações técnicas – Quão poderoso será o Xbox Series X?

O Xbox Series X terá um hardware de ponta, mesmo quando comparado aos PCs mais modernos. O console terá uma CPU baseada na arquitetura Zen 2 da AMD, a mesma do PS5, mas feita sob medida para o Xbox. Esta unidade de processamento tem 8 núcleos físicos e 16 threads, além de uma frequência de 3,8 GHz.

A GPU também é fabricada pela AMD, sendo uma RDNA2 modificada capaz de fornecer 12 TFLOPS de performance graças a seus 52 CUs (unidades computacionais) com clock de 1,825 GHz.
Uma unidade SSD personalizada NVMe de 1 TB com um controlador ultrarrápido que flerta com 5 Gbps e 16 GB de RAM GDDR6, sendo 10 GB com uma largura de banda de 560 Gbps e 6 GB com uma largura de banda de 336 Gbps, completam o pacote.

O Xbox Series X também terá portas USB 3.2 que podem acoplar SSDs externos em formato proprietário, como se fossem cartões de memória. Um player Blu-Ray será usado para a mídia física no console.

Xbox Series X vs PlayStation 5 – Qual é o melhor?

À primeira vista, o novo Xbox da Microsoft parece ter números superiores, principalmente naquela métrica que a empresa tem preferido usar para simplificar a performance para o povo: os teraflops. Neste quesito, o PlayStation 5 alcançará 10,28 TF, enquanto o Series X chegará a 12 TF. Mas em sua apresentação hoje, o engenheiro chefe do PlayStation 5, Mark Cerny, frisou que nem teraflops nem CUs (unidades computacionais) devem ser usados como métrica confiável de desempenho, uma vez que existem muitas outras variáveis que influenciam drasticamente a performance na prática.

No geral, o PlayStation 5 e o Xbox Series X são parecidos, mas vantagens e desvantagens podem ser observadas entre os dois hardwares. A GPU, por exemplo, funciona em frequência de 2,23 Ghz no PS5 contra 1,82 Ghz no Xbox Series X. A quantidade de RAM é a mesma entre os dois consoles (16 GB de GDDR6, contra 8 GB de GGDR5 dos consoles de 2013), mas a largura de banda da memória é mais rápida no console da Microsoft. Na outra direção, o PS5 se destaca em suas operações de entrada e saída por segundo, a estatística usada para medir o desempenho de seu SSD. Mas se o PS5 supera o XSX em velocidade do SSD, ele perde um pouco em capacidade de armazenamento, com 825 GB no PS5 contra 1 TB do console da Microsoft.

Também há uma diferença notável na solução de expansão externa dos SSD entre os dois fabricantes: no Xbox Series X os SSD externos serão unidades de 1 TB projetadas pela Microsoft e Seagate em um formato proprietário, enquanto no PS5 o formato será o padrão SSD M.2, desde que sejam modelos certificados pela Sony. As especificações técnicas dos SSD externos do PS5 terão que seguir um padrão estabelecido pela Sony, e os modelos compatíveis serão anunciados futuramente.

“Simplificando, a expansão do armazenamento é possível e você não precisará de uma unidade proprietária da Sony para obter o espaço que deseja. No entanto, a curto prazo, o conselho é simples: não compre nenhum disco NVMe sem que seja validado pela Sony se você planeja usá-lo no PlayStation 5”, resume Richard Leadbetter, do site Digital Foundry.

Na opinião de John Linneman, outro membro do site especializado em tecnologia, o elemento mais espetacular da ficha técnica do PS5 está precisamente na velocidade do seu SSD. “Estou realmente empolgado com o fato de o PS5 e o Xbox Series X serem duas máquinas diferentes, com suas próprias forças. Os dois consoles parecem diferir mais do que o PS4 e o Xbox One. Isso pode ser uma geração interessante”, acrescentou ele.

PlayStation 5
CPU: Zen 2 8 núcleos com clock de 3,5 GHz
GPU: RDNA 2 de 36 CUs a 2,23 GHz (10,28 teraflops)
RAM: 16 GB GDDR6 / 256 bits
Largura de banda da memória: 448 GB/s
Armazenamento interno: SSD de 825 GB (expansível com SSDs M.2 certificados pela Sony)
Operações de entrada e saída por segundo: 5,5 GB/s (direto), 8-9 GB/s (compactado)
Unidade óptica: Blu-ray UHD 4K

Xbox Series X
CPU: Zen 2 8 núcleos com clock de 3,8 GHz
GPU: RDNA 2 de 52 CUs a 1,82 GHz (12 teraflops)
RAM: 16 GB GDDR6 / 320 bits
Largura de banda da memória: 10 GB a 560 GB/s, 6 GB a 336 GB/s
Armazenamento interno: SSD de 1 TB (expansível com placas proprietárias de 1 TB)
Operações de entrada e saída por segundo: 2,4 GB/s (Direto), 4,8 GB/s (compactado)
Unidade óptica: Blu-ray UHD 4K

Xbox Series X vs Xbox One X

O Xbox Series X será 4 vezes mais poderoso que o Xbox One X, o atual console mais sofisticado do mercado.

A Microsoft diz que o Xbox Series X terá como objetivo o desempenho de 4K a 60 qps para a grande maioria dos jogos, mas dependendo dos autores dos jogos, o console também será capaz de atingir, teoricamente, 120 quadros por segundo e imagens em 8K. A CPU AMD do console é 4 vezes mais poderosa que a do Xbox One X e sua GPU Navi é duas vezes mais poderosa que a do console anterior, garantindo até 12 TFLOPS de performance. Algumas tecnologias e novos recursos que beneficiarão o console incluem:

VRR (Variable Fresh Rate): otimiza constantemente a taxa de atualização de imagens em movimento para melhorar sua nitidez;
Sombra de taxa variável (VRS): permite que os desenvolvedores usem o poder da GPU de maneira mais inteligente, reduzindo a taxa de sombreamento em áreas de imagens em que não afetará a qualidade visual;
Ray-tracing em tempo real: para melhor renderização de efeitos de luz;
ALLM (Auto Low Latency Mode) e Dynamic Latency Input (DLI): dois recursos que minimizam a latência entre os comandos no controle e as imagens na tela;
A Microsoft promete também uma tecnologia de Quick Resume, que permite reiniciar um jogo em pausa instantaneamente, mesmo depois de reiniciar o console.

Quais são as conexões do Xbox Series X?

Em sua face traseira, o Xbox Series X esconde as seguintes entradas e saídas:

Uma saída de áudio óptico
Uma saída HDMI
Duas portas USB-A (3.2)
Uma porta Ethernet
Uma porta de energia
Na frente, há o Blu-Ray player, o botão de ejeção e outra porta USB-A, que totaliza três no total. O logotipo do Xbox pode vir a servir como botão liga/desliga, mas isso ainda não foi confirmado. A Microsoft optou por ignorar o USB Type-C mais comum hoje em dia, embora use este padrão na conexão do controle. Há também uma porta para adicionar memória super rápida usando CFExpress ou cartões derivados da tecnologia.

Como é o novo controle do Xbox Series X

O Xbox Series X virá com um novo controle. Visto de longe, seria facilmente confundido com o controle atual, mas há pequenas diferenças. Seu tamanho e forma foram refinados para combinar com uma gama ainda maior de jogadores. Há agora um novo botão dedicado ao compartilhamento de conteúdo (capturas de tela e vídeo) e a cruz direcional também foi modificada, inspirada no controle Xbox Elite Series 2.

O novo controle será compatível com o Xbox One e com o Windows 10 para jogadores de PC.

Xbox Series S, mais barato e menos poderoso?

Nos últimos anos, vários vazamentos garantiram que a Microsoft planeja lançar dois consoles de nova geração ao mesmo tempo. Um deles, codinome Lockhart, seria um modelo mais simples, destinado ao público casual e com foco em distribuição digital. Um modelo mais sofisticado, chamado internamente Anaconda, seria o que viemos a conhecer como o Xbox Series X.

Segundo a Microsoft, o nome do novo console será simplesmente Xbox, o que significa que Series X é mesmo um modelo de alta-performance que irá co-existir com outros. Apesar desta definição já estar clara, a empresa ainda não revelou o modelo mais modesto, que provavelmente será chamado Xbox Series S.

A esta altura, parece mais provável que o Xbox Series X seja o único console da nova linha lançado em 2020 e o Xbox Series S chegará ao mercado depois.

Smart Delivery: uma única compra dá acesso aos jogos no Xbox Series X e Xbox One

A fim de suavizar a transição entre as gerações, a Microsoft anunciou que irá implementar um sistema chamado Smart Delivery assim que o Xbox Series X for lançado. Por ele, os jogadores que comprarem um jogo no Xbox One poderão baixar a versão deste mesmo jogo no Xbox Series X, e vice-versa.

Todos os jogos da Microsoft adotarão o Smart Delivery, mas as outras editoras estão livres para escolher se permitem o acesso às duas versões do mesmo jogo a partir de uma única compra. A CD Projekt Red já confirmou que adotará a ideia com Cyberpunk 2077 e a EA também fará o mesmo com seus próximos lançamentos, embora vá impor algumas restrições.

Os jogos já conhecidos do Xbox Series X

Em 7 de maio de 2020, a Microsoft divulgou oficialmente a primeira lista de 12 jogos que farão parte da janela de lançamento do Xbox One. Muitos já eram conhecidos no PC, enquanto alguns são novos. Aqui está a lista de jogos confirmados:

Bright Memory Infinite
DIRT 5
Scorn
Chorus
Vampire The Masquerade Bloodlines
Call of the Sea
The Ascent
The Medium
Scarlet Nexus
Second Extinction
Yakuza : Like a Dragon
Assassin’s Creed Valhalla

Outras editoras já confirmaram seus primeiros jogos para o console da nova geração da Microsoft, como é o caso de Cyberpunk 2077, da CD Projekt Red, Fortnite, da Epic, e os jogos de esporte FIFA e Madden da EA.

A Microsoft irá mostrar seus jogos próprios para o Xbox Series X, como Halo Infinite, em uma apresentação marcada para julho.

O post Xbox Series X: preço, data de lançamento e tudo que sabemos sobre o novo console apareceu primeiro em Outer Space.