Anitta discute com deputado Felipe Carreras sobre direitos autorais

Parlamentar criou medida provisória que pretende diminuir repasse de direitos para compositores durante enfrentamento de pandemia

Anitta e Felipe Carreras debatem sobre direitos autorais

Anitta e Felipe Carreras debatem sobre direitos autorais

Reprodução Instagram

Anitta e o deputado federal Felipe Carreras (PSB - PE) debateram na noite de terça-feira (5) sobre a medida provisória proposta pelo parlamentar, que visa diminuir os repasses de direitos autorais a compositores durante o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus no Brasil.

A emenda de Carreras afeta a Medida Provisória 948, que abrange o cancelamento de serviços e eventos dos setores de turismo e cultural devido à pandemia do novo coronavírus.

A proposta do deputado mexe na cobrança de direitos autorais em eventos públicos e privados. Hoje, 10% da bilheteria é repassada para o ECAD, que redistribui esse dinheiro entre as associações de compositores.

Carreras quer diminuir esse percentual para 5% e retirá-lo do cachê do artista. Segundo o meio cultural, isso influencia na forma de arrecadação dos compositores, fazendo com que percam dinheiro.

Em conversa ao vivo que durou cerca de 50 minutos, a artista e o político divergiram da medida e chegaram bater boca de forma mais incisiva em determinados momentos. Anitta defendeu a classe de compositores e diz que a medida vai aumentar a crise no setor.

"Eu não encaro como se você estivesse do nosso lado (os artistas). Porque assim, como eu te falei, esse é um momento que não condiz, principalmente na MP 948, que é uma MP de urgência, que é sobre a toda a dificuldade que todas essas pessoas estão passando nesse momento de coronavírus. Usar essa MP de urgência para colocar essa questão de direito autoral, é uma coisa que não faz muito... Que não é o momento", rebateu.

Após a réplica de Carreras, que voltou a defender sua emenda e dizer que é aberto ao diálogo, Anitta foi ao ataque: "Para mim, só é diálogo quando a gente tem a opção antes de a coisa ser feita. Se a gente não tivesse sempre fiscalizando e vendo o que tá rolando, a gente não ia ter a oportunidade de lutar para reivindicar isso", afirmou.

Carreras voltou a pedir para falar. "Em primeiro lugar, estou à disposição do diálogo. Em segundo lugar, eu falei com a representante do ECADque tem a outorga, que fala por vocês, porque eu não consigo falar com todo mundo. Com você eu posso falar amanhã, depois, com outros artistas, estou à disposição. Estou à disposição do diálogo, estou do lado de vocês", dizia, quando foi a vez de ele ser interrompido.

"Eu não acho que você esteja, e essa é uma coisa que a gente não vai concordar, e a gente não vai acabar esse debate jamais. Então, obrigada pelo seu tempo, a gente continua aí lutando, você puxa daí, a gente puxa daqui, e vamos ver o que acontece", disse a cantora, contrariada. "Eu estou do lado de vocês. Eu quero ajudar vocês", disse o deputado. "Não acho. Não concordo", concluiu Anitta, que finalizou a transmissão.

No campo de comentários do perfil, a cantora foi apoiada por músicos como Pe Lu (Selva), Zé Henrique (da dupla com Gabriel), Diogo Nogueira, Jota Quest, Fernanda Abreu, Gabi Melim e MC Rebecca.