Música Britney Spears se diz com 'medo' de voltar ao mundo da música

Britney Spears se diz com 'medo' de voltar ao mundo da música

Cantora pop disse que quer 'se desafiar um pouco mais' e fazer coisas que a 'assustam, mas não demais' em 2022

Reuters - Entretenimento
Cantora publicou um texto falando sobre as inseguranças após o fim da tutela

Cantora publicou um texto falando sobre as inseguranças após o fim da tutela

Reprodução/Instagram

Britney Spears sinalizou que ainda não estaria preparada para voltar a fazer música depois de 13 anos sob uma tutela que lhe tirou o controle de assuntos pessoais e profissionais e a deixou com medo do mundo do entretenimento.

Britney, que que no mês passado se viu livre de um arranjo determinado por um tribunal a pedido do próprio pai em 2008, disse em uma publicação longa no Instagram na segunda-feira (28) que quer se "desafiar um pouco mais" e fazer coisas que a "assustam, mas não demais" em 2022.

"Acho que parece estranho para a maioria eu nem fazer mais música... As pessoas não têm ideia das coisas terríveis que me fizeram pessoalmente e o que eu passei. Tenho medo das pessoas e do negócio!!!", escreveu a cantora, que se apresentou em público pela última vez em outubro de 2018.

"Não fazer mais minha música é minha maneira de dizer 'fodam-se' de certo modo, quando na verdade isso só beneficia minha família ignorando meu trabalho verdadeiro. É como se subconscientemente eu os tivesse deixado vencer", acrescentou a intérprete de Toxic.

Britney, que está noiva do namorado Sam Asghari, queixou-se ao juiz encarregado de sua tutela no começo deste ano que achava o pai, Jamie Spears, que comandava sua carreira, controlador.

Jamie Spears foi retirado do papel de tutor em setembro. Ele diz que o único objetivo era ajudar a filha a reconstruir a carreira depois dela sofrer um colapso mental em 2007 e que sempre agiu pensando nos interesses da artista. 

Últimas