Coronavírus

Música Cantor britânico antivacina morre aos 40 anos de covid-19

Cantor britânico antivacina morre aos 40 anos de covid-19

Marcus Birks, que era conhecido por negar a gravidade da pandemia, não resistiu após complicações da doença sistêmica

  • Música | Do R7

Músico não resistiu após complicações provocadas pela doença sistêmica

Músico não resistiu após complicações provocadas pela doença sistêmica

Reprodução

O cantor britânico Marcus Birks morreu aos 40 anos de covid-19. O músico, que era conhecido por negar a gravidade da pandemia e por ser contrário ao uso de vacinas, não resistiu após complicações provocadas pela doença sistêmica.

A morte foi confirmada na sexta-feira (27). De acordo com o jornal The Daily Mail, o artista acreditava estar imune ao vírus por conta da rotina de atividades físicas.

Birks, que estava internado no Royal Stoke University Hospital, em Staffordshire, na Inglaterra, chegou a manifestar arrependimento com o posicionamento durante uma entrevista. 

"Quando você sente que não consegue respirar o suficiente, é a sensação mais assustadora do mundo. Eu meio que era ignorante sobre isso e apenas adiei. A primeira coisa que direi a toda a minha família e a todos que eu vir é 'tomem a vacina. E assim que eu conseguir, com certeza o farei", disse.

Lis Birks, mulher do músico, lamentou a morte. Ela está grávida.

Últimas