Música Daniel Boaventura faz live na véspera do Dia dos Namorados

Daniel Boaventura faz live na véspera do Dia dos Namorados

Cantor vai mostrar show romântico com repertório de clássicos de Frank Sinatra, nesta quinta-feira (11), às 19h, no canal do YouTube dele

  • Música | Daniel Vaughan, do R7

Daniel Boaventura fará live romântica dedicada ao Dia dos Namorados

Daniel Boaventura fará live romântica dedicada ao Dia dos Namorados

Marcus Hermes/ Divulgação

Daniel Boaventura realiza uma live romântica na véspera do Dia dos Namorados, nesta quinta-feira (11), às 19h, no canal do YouTube dele.

Para a ocasião especial, o cantor e ator retomou seu projeto com músicas de Frank Sinatra, quando ele fez espetáculos e gravou um EP em homenagem ao ídolo norte-americano.

Segundo Daniel, o show online será um "esquenta" para a noite comemorativa dos casais.

— Tem tudo a ver. Serão clássicos do Sinatra que cantarei para embalar a noite romântica do meu público em casa.

No repertório da transmissão, estão hits do eterno "vozeirão" como Fly me to the Moon (assista abaixo), I've Got You Under my Skin, The Lady is a Tramp, My Way e New York, New York.

Solteiro no momento, o prório Daniel reconhece que já aproveitou a música de Sinatra durante encontros amorosos.

— Com certeza. O disco Antônio Carlos Jobim & Francis Albert Sinatra (clássico de 1967) me ajudou muito (risos). São pérolas românticas que embalam qualquer casal.

Durante o show ao vivo, o público também poderá fazer doações que serão destinadas para o MedSocial, plataforma de projetos sociais que presta auxílio psicológico a pessoas em vulnerabilidade.

Em entrevista ao R7, Daniel Boaventura ainda falou dos projetos para o futuro, que incluem comemorações de 30 anos de carreira artística. Confira o bate-papo na íntegra:

R7 — Como surgiu o projeto sobre Frank Sinatra?
Daniel Boaventura —
Frank Sinatra sempre esteve presente no meu repertório. Eu canto exatamente no mesmo tom que ele, então sempre tenho uma ou duas músicas do Sinatra. E, em 2017, convidei meu amigo Daniel Jobim (cantor pianista) para regravar dois clássicos do seu avô Tom Jobim: Garota de Ipanema e Wave. A regravação foi inspirada nas versões do disco do Sinatra com Jobim, de 1967. Creio que a partir desse desse projeto o número de canções do Sinatra começou a crescer no meu repertório.

R7 — Qual foi o momento mais marcante do projeto?
Daniel Boaventura —
No início de 2020, tive a oportunidade de recriar o antológico show que Frank Sinatra fez no Rio de Janeiro em 1980. Naquela época, ele veio ao Brasil fazer o histórico espetáculo no Maracanã, porém, dias antes dessa apresentação, ele fez um show prive no Hotel Rio Palace (hoje, Fairmont Hotel). Então, preparei um repertório para realizar o show exatamente 40 anos depois, no mesmo local, no mesmo palco e ainda por cima homenageando o homem que trouxe Sinatra naquela época, Roberto Medina. Foi inesquecível.

R7 — E a live dos Dia dos Namorados surgiu desse show...
Daniel Boaventura —
Como aquele show do hotel foi exclusivo (lotado, mas para poucas pessoas) resolvi fazê-lo na live de Dia dos Namorados, com bônus musicais e bis com pedidos do público. Tem tudo a ver. Serão clássicos do Sinatra que cantarei acompanhado por banda (reduzida, de máscara, com distanciamento e todos testados para covid-19) para embalar a noite romântica do meu público em casa.

Cantor e ator, Daniel vai completar 30 anos de carreira artística

Cantor e ator, Daniel vai completar 30 anos de carreira artística

Anderson Borde/AgNews

R7 — Como você descobriu Frank Sinatra?
Daniel Boaventura —
Sempre fui amante de música. Como sempre pesquisei muito sobre o assunto, descobrir o Sinatra ainda na minha adolescência. Também gostava muito de rock progressivo, ouvia Led Zeppelin, Queen, Pink Floyd... Não me lembro exatamente qual foi o disco, mas sei que a música Thats Life foi uma das primeiras dele a me impressionar e me fazer querer conhecer mais com repertório de Sinatra.

R7 — Você já namorou muito ao som de Frank Sinatra?
Daniel Boaventura —
Com certeza. O disco Antônio Carlos Jobim & Francis Albert Sinatra me ajudou muito (risos). São pérolas românticas que embalam qualquer casal.

R7 — Como você vai passar o Dia dos Namorados?
Daniel Boaventura —
O show vai ser na véspera do Dia dos Namorados (11 de junho), então estarei quieto mesmo, em casa de quarentena (risos).

R7 — Qual é o conselho para os casais no Dia dos Namorados?
Daniel Boaventura —
Se você tiver a sorte de estar acompanhado da sua cara-metade, sugiro montar uma mesa a luz de velas, um bom prato de massa (pois é fácil de fazer), um vinho... E está feito! O resto, deixe a música ou minha live (a gravação fica disponível na rede social) e a imaginação mandar. Os solteiros também podem curtir, pois a live foi feita para todos os corações (risos).

R7 — Quais são os próximos projetos?
Daniel Boaventura —
Este ano, completo 10 anos de carreira como cantor. Vários shows foram adiados, obviamente, mas a quarentena é uma oportunidade para se buscar novos caminhos, pensar fora da caixa. E ano que vem comemoro 30 anos de carreira artística (musicais, TV, cinema, teatro, dublagem), então estou pensando em muitas coisas, mas ainda não estão 100% definidas. Vocês serão os primeiros a saber.

Últimas