Música Léo Chaves lança música e resgata romantismo: 'É o que eu mais gosto'

Léo Chaves lança música e resgata romantismo: 'É o que eu mais gosto'

'Proposta Indecente' também ganhou clipe, no ar nesta sexta-feira (25) no canal do YouTube do cantor; assista

  • Música | Do R7

Léo Chaves lança 'Proposta Indecente' nesta sexta-feira (25)

Léo Chaves lança 'Proposta Indecente' nesta sexta-feira (25)

Reprodução/Instagram

Léo Chaves lança, nesta sexta-feira (25), Proposta Indecente. A música, com direito a clipe, resgata o romantismo do cantor, gênero musical preferido dele. 

"Proposta Indecente é daquelas canções que quando chega você não precisa ouvir outra vez , é de primeira, paixão a primeira vista. Ela tem um cunho romântico e eu já estou acostumado com esse tipo de canção. Música romântica, inclusive, é o que eu mais gosto de fazer. É importante quando se lança um produto saber o que as pessoas esperam de você e eu entendo hoje que as pessoas querem de mim é o Léo o cantor romântico e é nessa linha que eu sigo a partir de agora", disse o artista.

A gravação do clipe em meio a pandemia de covid-19 também foi um dos desafios deste novo trabalho.

"A questão artística, o show bussiness na época de pandemia é bem complicado. Sempre é um grande número de pessoas, gravação de clipes, shows, envolve muita gente. Nós tomamos todos os cuidados necessários com relação, tivemos teste de covid, medimos temperatura.... E procuramos envolver um número menor de pessoas. O necessário mas sem exageros pra que a gente tivesse o resultado que a gente teve", contou.

Léo também aproveitou apra comentar os boatos de um possível retorno da parceria dele com o irmão, Victor. "Não há intenção de retorno. Neste momento, a gente está muito feliz produzindo canções solo e construindo a carreira também solo."

Leia a entrevista na íntegra

R7 - Você já tinha comentado em entrevistas recentes que a pandemia, sem shows nem viagens, te ajudou a criar os novos trabalhos. 'Proposta Indecente' foi pensada neste período?

Sim, a pandemia nos impulsiona a produzir mais com menos. E você precisa atuar de outras formas, já que os shows não são possíveis nesse período. E também há um processo de reinvenção. Esse período todo serviu pra isso. Proposta Indecente surgiu no momento em que eu vinha já há algum tempo fazendo laboratório com canções novas inéditas de compositores e compondo também, produzindo em estúdio. Nós temos muitas outras canções pra lançar, um enorme repertório... Proposta Indecente é daquelas canções que quando chega você não precisa ouvir outra vez , é de primeira, paixão a primeira vista.

R7 - Na nova música, você vai mostrar mais o seu lado romântico. Essa escolha também se deve a esse tempo de reflexão, vamos dizer assim?

Sim, ela tem um cunho romântico, eu já estou acostumado com esse tipo de gênero, música romântica que, inclusive, é o que eu mais gosto de fazer. Só que eu decidi experimentar outras nuances, outros estilos, experimentar com outras cores, outras roupas, nesse período em que eu comecei a carreira solo. É importante quando se lança um produto saber o que as pessoas esperam de você e eu entendo hoje que as pessoas querem de mim é o Léo o cantor romântico e é nessa linha que eu sigo a partir de agora.

Cantor falou dos desafios da gravação em meio à pandemia

Cantor falou dos desafios da gravação em meio à pandemia

Reprodução/Instagram

R7 - Nos próximos trabalhos, você pretende seguir com as músicas mais românticas ou vai misturar com canções pra dançar também?

Você pode cantar o romantismo de forma mais dançante também, inclusive, ao longo da minha jornada musical, da minha história, temos canções que falam de romantismo e que são mais dançantes também. Não quero só música lenta, música melancólica. A minha intenção é diversificar o máximo de romantismo, meu interesse é mesclar, falando de amor. É o que eu gosto, é o papo atual.

R7 - Quais os desafios da gravação do clipe em meio à pandemia?

Numa gravação de um clipe são muitos profissionais envolvidos para que saia o resultado adequado. Desde músicos, produção executiva, técnicos, profissionais do vídeo, do cenário, até mesmo os profissionais relacionados com o ambiente onde você vai gravar. Então, são muitas pessoas envolvidas. Com esse clipe não foi diferente, mas nós tomamos todos os cuidados necessários com relação à pandemia da covid. Tivemos teste, medimos temperatura... E procuramos envolver um número menor de pessoas. O necessário mas sem exageros pra que a gente tivesse o resultado que a gente teve.

Léo prometeu novidades ainda para 2021

Léo prometeu novidades ainda para 2021

Reprodução/Instagram


R7 - O que você pode adiantar da gravação do primeiro DVD da sua carreira solo?

Bom, eu tenho comigo sempre em mente, quando faço qualquer tipo de trabalho, seja show, palestra, campanha, faço tudo como se fosse o último na minha vida e como se fosse o primeiro também. Ou seja, eu tento vestir uma ideia de que ali tenho a oportunidade de dar exatamente o meu melhor como se fosse o último. Reunir todas as minhas ferramentas e recursos. Com esse, não vai ser diferente. Eu venho fazendo laboratório e pesquisas de como eu quero atuar. O que eu posso dizer é que vem muitas novidades, muitas coisa novas, as pessoas vão identificar, realmente, muitas coisas que não conheciam. E, de certa forma, eu consigo colocar com uma maior liberdade na carreira solo

R7  - Mesmo depois de tanto tempo e com trabalhos solos já lançados, ainda surgem boatos da sua volta com Victor. Como lida com isso?

Essa especulação com relação a volta de Victor e Léo sempre vai existir devido ao alegado, à marca na vida de tantas pessoas e tantas gerações que Victor e Léo e que as canções deixaram.  Nós passamos por todas as regiões do Brasil, cantamos para públicos e estilos diversos, Victor e Léo sempre teve como objetivo ser um artista universal, que cantava pra todas as faixas etárias e pra todos os estilos, diversificando o máximo e tendo o próprio estilo. Acho que isso faz com que as pessoas tenham mais expectativa de uma volta, só que no momento eu ratifico e reafirmo que não há intenção de retorno nem por parte minha nem por parte do meu irmão, especificamente por minha parte. Neste momento, a gente está muito feliz produzindo canções
solo e construindo a carreira também solo. 

Assista ao clipe

Últimas