Leon Fleisher, pianista que tocava com uma mão, morre aos 92 anos

Sem poder usar a mão direita, ele tocava piano apenas com a esquerda; o músico morreu em um hospício, nos Estados Unidos, no domingo (2)

Artista morreu em hospício no domingo (2)

Artista morreu em hospício no domingo (2)

Reprodução/Instagram

Leon Fleisher, um pianista norte-americano que tocava apenas com a mão esquerda, morreu no domingo (2), em Baltimore (EUA), aos 92 anos. A informação é do New York Times.

O filho Julian confirmou a morte do artista, que estava dando aulas online nas últimas semanas. Ainda, Fleisher morreu em um hospício.

O músico, que sofria com distonia focal, acrediatava que havia desenvolvido a doença devido à prática excessiva. Em entrevista ao jornal norte-americano em 1996, ele contou que "treinava por sete ou oito horas por dia". Após tentar diversos tratamentos que não deram certo, ele contou à revista Times que considerou suicídio. 

No entanto, Fleisher conseguiu tocar novamente com as duas mãos nos álbuns Two Hands e The Journey, de 2004 e 2006, respectivamente. Mesmo assim, ele ainda conseguia (e decidia) tocar apenas com uma mão.