R7 - Entretenimento

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Entretenimento/Música/Notícias

Icone de Música Música

publicado em 03/12/2010 às 04h29: atualizado em: 03/12/2010 às 09h09

Nando Reis faz bailão com filho
e Guilherme Arantes em SP

Cantor apresentou o repertório de seu novo DVD, Bailão do Ruivão

Gustavo Pelogia, do R7

Publicidade

Acostumado a emprestar suas canções para outras vozes, desta vez, Nando Reis resolveu fazer o contrário.

No Bailão do Ruivão, o músico relembra grandes sucessos, nacionais e internacionais, sem medo de misturar estilos e novos arranjos.

Recém-lançado em um DVD ao vivo, o show foi apresentado pela  primeira vez na noite desta quinta (2), no Credicard Hall, em São Paulo.

Como explicou o próprio Nando durante o show, um dos objetivos do Bailão é dissolver fronteiras.

A mistura de épocas de gêneros deixam bem clara a pluralidade procurada no projeto.

Brega, romantico, country, reggae, soul, pop e rock se envolvem em versões que conectam as músicas de forma que elas não pareçam tão diferentes quanto de fato são.

Nando e os Infernais subiram ao palco por volta das 22h45 e logo de cara já mostraram essa mistura: o pop rock Venus [Shocking Blue] abriu a noite, seguida de Agora Só Falta Você [Rita Lee], ambas presentes no DVD.

Poucas vozes vinham do público ainda tímido.

Isso mudou a partir da terceira música, quando a banda tocou Do Seu Lado, um dos sucessos que o cantor “pegou de volta” [a canção estourou com a banda Jota Quest].

A bela bagunça continuou com uma versão emendada de Fogo e Paixão [Wando] e Whisky a Go Go [Roupa Nova].

O pot-pourri foi cantado com muita animação pelo público e funcionou na hora de provar outro dos objetivos da coletânea, que é fazer as pessoas dançarem, como explicou Nando.

Logo chegou a primeira participação especial, que veio em família.

Theodoro Reis, filho de Nando, subiu ao palco junto da sua banda de reggae, Zafenate.

Antes de apresentá-lo, o cantor revelou ao público que cantar com o filho foi “uma das asas abertas pelo projeto”.

Pai e filho se uniram em Could Be Loved?, de Bob Marley.

Ao final do show, Theodoro, que curtia o som do meio público, contou ao R7 que, embora já tenha 8 anos de banda, foi a primeira vez que fez um registro oficial ao lado do pai.

O próprio Nando foi quem convidou a banda Zafenate e sugeriu a canção.

O selinho dado entre pai e filho no final da canção mostrou que a união dos dois vai muito além do palco.

O grande baile seguiu mesclando faixas que sairam no DVD e sucessos diversos de Nando.

De um lado, I Can See Yo Clearly Now, Você Pediu e Eu Já Vou Embora, Frevo Mulher e Gostava Tanto de Você.

Do outro, Relicário e Marvin representaram alguns dos sucessos compostos por ele e garantiram a alegria de quem não conhecia o novo álbum.

Não satisfeito em tocar, ele também resolveu unir canções e pegou o público de surpresa.

Foi o caso de Por onde Andei com Primavera e Cegos do Castelo com O Segundo Sol, ambas de sua autoria.

Para Nando, misturar as músicas neste show é “uma forma de transitar entre dois planetas”.

Coroando os últimos minutos do espetáculo, que teve mais de duas horas e meia, Nando Reis apresentou a grande surpresa da noite, já que o artista em questão não participou da gravação do DVD.

Após falar muito sobre sua admiração ao músico, da versatilidade de seu piano e de dar mais uma explicação ao dizer que o Bailão é “a história da música em sua vida”, ele chamou Guilherme Arantes ao palco.

Ovacionado após tantos elogios, Guilherme apareceu inicialmente para uma bela sessão intimista, de voz e piano em Meu Mundo e Nada Mais.

Na sequência, chamou uma animadíssima Lindo Balão Azul, transformando os adultos presentes em crianças [como as que eles mesmos haviam levado em grande número para o show].

Sem dúvida, mais uma vez, o bailão cumpriu outro dos objetivos elencados por Nando durante a noite: fazer as pessoas dançarem.

Como de costume, Nando Reis deixou o palco, mas voltou para o bis.

Nesta hora, trouxe outra surpresa.

Ao anunciar que cantaria Nuvem de Lágrima, Nando contou que havia decidido inserir a música no repertório e que a canção não estava bem ensaiada, porém merecia ser tocada pois ela é “o bailão do bailão”.

Já o rock, que foi a base da carreira do cantor na época dos Titãs, apareceu pouco, mas completou a noite.

Além de Cegos do Castelo, que pegou os fãs de surpresa no meio da apresentação, a grande noite de estreia terminou com Bichos Escrotos, cantada em uníssono do começo ao fim pelos presentes.

Assim como em outras canções da noite, ele mostrou que cabe mesmo de tudo no bailão do ruivão.


Veja Relacionados:  nando, bailão, lançamento, dvd
nando  bailão  lançamento  dvd 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping