Música Paula Toller e Vanessa da Mata cantam em 1º festival presencial da retomada

Paula Toller e Vanessa da Mata cantam em 1º festival presencial da retomada

Cantoras se apresentam nesta sexta (6) e sábado (7), respectivamente, e celebram volta aos palcos; teatro em SP segue protocolos de saúde

Paula e Vanessa celebram volta aos palcos

Paula e Vanessa celebram volta aos palcos

Fotos de Reprodução/Instagram

Com a diminuição de casos da covid-19 no Brasil, os setores de entretenimento têm retomado aos poucos, seguindo as orientações de segurança das organizações de saúde e os protocolos governamentais.

Nesta sexta-feira (6), é a vez do Teatro Santander, em São Paulo, reabrir as portas e receber novamente o público para o festival Cortinas Abertas.

O evento, primeiro do segmento a retomar presencialmente, será realizado entre 6 de novembro e 20 de dezembro e tem na programação shows, musicais, teatro e dança.

Entre os nomes que vão se apresentar no festival, estão Paula Toller e Vanessa da Mata, que cantam nesta sexta (6) e sábado (7), respectivamente, e comemoram a volta aos palcos após tantos meses longe dos fãs.

"Estou com saudade do olho no olho com a plateia, ainda que com restrições, e a banda está otimista, acreditando que as coisas vão melhorar para todos nós, que somos da estrada", declara Paula, que promete levar os grandes sucessos da carreira "para celebrar essa volta tão desejada".

Vanessa, por sua vez, adianta o que o público pode esperar da apresentação: "Um show mais quente, mais delicioso de se fazer e mais intenso, porque existe uma gana muito grande para fazer, para retomar o trabalho dessa maneira mais humana. Acho que vai ser percepctivel para todo mundo, tanto músicos, equipe e comigo também, claro". 

Por conta do período sem se apresentar com a turnê, Vanessa conta que ela e a banda tiveram de ensaiar o show. "Vai ser uma longa passagem de som também, é muito tempo para esse turnê ser retomada e isso vai acontecer agora, com todos os detalhes anteriores e uma música supresa que não estava ano show", explica.

A cantora também se diz "aliviada" por voltar a trabalhar e afirma que a ausência do público foi o que mais sentiu falta: "A gente nunca quis cantar para uma máquina. Mesmo sabendo que milhares de pessoas estão do outro lado, eu nunca gostei de lidar com as máquinas, gosto do que é natural, das sensações trocadas com o público, vê-los cantando. O público foi a minha falta nesta pandemia. O contato com eles, é por pouco tempo, mas é o que nos motiva. Que bom que está voltando". 

Espaço preparado

Patricia Audi, vice-presidente executiva de Comunicação, Marketing, Relações Institucionais e Sustentabilidade do Santander Brasil, comenta o retorno das atividades e também celebra receber o público no teatro novamente. 

Teatro está seguindo protocolos de saúde

Teatro está seguindo protocolos de saúde

Reprodução/Instagram

"Estamos muito felizes de estar retomando aos poucos, com segurança, podendo levar carinho e alegria para as pessoas. Pra nós, é uma honra poder oferecer esse momento de alento e esperança para o público depois desse ano tão difícil", declara Patricia, que reforça que a equipe está seguindo todos os protocolos dos governos municipais e estaduais.

"Só nos sentimos confortáveis para reabrir a partir da permissão dos governos. No caso do teatro, estamos sendo ainda mais conservadores com relação a limitação do espaço, apenas 50% da lotação para dar essa sensação de conforto e segurança para as pessoas, com distanciamento social devido nas poltronas, álcool em gel, medição de temperatura."

Vale lembrar que o festival tem uma programação eclética, a fim de agradar todos os gostos.

"Música popular, teatro, balé e uma orquesta... As atrações são bem diversas, exatamente para estimular várias áreas da cultura e também oferecer a cada fim de semana uma oportunidade diferente para as pessoas", finaliza Patricia.

Os ingressos do festival Cortinas Abertas estão à venda pelo site e os valores variam de R$ 50 a R$ 200, com meia-entrada.

Últimas