Renato Barros será velado e cremado no Memorial do Carmo

Músico não resistiu as complicações de uma cirurgia cardíaca; cerimônia de despedida está marcada para a quarta-feira (29)

Renato Barros tinha passado por cirurgia cardíaca

Renato Barros tinha passado por cirurgia cardíaca

Reprodução/Instagram

O corpo de Renato Barros, líder e vocalista da banda Renato e Seus Blue Caps, será velado e cremado no Memorial do Carmo, no Caju, na Zona Portuária do Rio de Janeiro. O início da cerimônia de despedida do músico está marcada para a quarta-feira (29), a partir das 13h30.

Renato Barros morreu aos 76 anos nesta terça-feira (28). A informação foi confirmada em nota divulgada no perfil oficial do grupo. O cantor estava internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) desde o último dia 17, quando foi levado à pressas ao hospital no Rio de Janeiro. Renato passou por uma cirurgia cardíaca de mais de sete horas e, desde então, vinha sendo monitorado, porém, não resistiu.

"Renato Barros agora é uma estrela no céu. Nosso amado e muito querido cantor, compositor e guitarrista não suportou tanto sofrimento e descansou. Foi tocar sua guitarra no plano superior, onde está agora ao lado de seus pais e de sua amada esposa Lúcia Helena. Siga em paz Renato, seu fãs enlutados choram a sua partida!
Nossos sentimentos às filhas Érika, Renata, genro Keller, e netas Juliana e Fernanda. Valeu Renato", informou o comunicado postado no perfil oficial da banda.

Renato Cosme Vieira de Barros nasceu no Rio de Janeiro, no dia 27 de setembro de 1943. Ele era cantor, compositor, produtor e guitrarrista. Em 1959, formou a banda Renato e Seus Blue Caps junto com os irmãos César, Paulo e Edinho.

No início de março deste ano, Renato e Seus Blue Caps esteve no Recife para duas apresentações em celebração aos 60 anos da banda. Dos conjuntos da era do iê-iê-iê, o grupo musical foi um dos mais famosos e campeão em venda de discos.

Renato Barros foi casado com Lúcia Helena Dias Ribeiro, que morreu em 2006. Da união, nasceram as filhas, Renata e Erika. O músico também deixa duas netas, Juliana e Fernanda.