Roger Waters diz que foi banido do Pink Floyd por David Gilmour

Ex-vocalista disse em vídeo que antigo colega de banda não quer divulgar trabalhos dele e de demais ex-integrantes nas redes e sites do grupo

Roger Waters e David Gilmour: duelo de titãs

Roger Waters e David Gilmour: duelo de titãs

Reprodução/Instagram

Roger Waters, ex-vocalista do Pink Floyd, disse em vídeo nas redes sociais que o músico David Gilmor o excluiu do site oficial do grupo. Na gravação, Waters disse que nenhum de seus projetos, ou de qualquer outro ex-integrante da banda, é mostrado nas páginas oficiais do grupo, considerando isso uma injustiça.

"Sugiro isso porque 30 milhões de fãs acompanham a página por conta dos trabalhos criados por nós cinco. No caso, Syd Barrett, eu, Rick Wright, Nick Mason e David, ao longo dos anos. Como consequência, acho que seria justo e correto que todos nós tivéssemos acesso igual ao público para compartilharmos nossos trabalhos", disse Waters. 

O ex-vocalista proveitou e 'afiou a língua' ao falar de Gilmour. "David pensa que é o dono do Pink Floyd. Ele acha isso porque eu saí da banda em 1985, ele acredita que é O Pink Floyd, e que sou irrelevante e deveria ficar de boca fechada. Todos nós temos direito a opinião".

Waters encerrou a gravação deixando uma mensagem para os fãs relacionada à pandemia. "Se cuidem, todos vocês. Vivemos em tempos difíceis e desesperadores, e precisamos encontrar formas de nos comunicarmos para que possamos nos unir e impedir que o homem destrua esse frágil planeta que chamamos de lar. Esse é o grande problema urgente".