Adolescentes estão putos com show do Rage Against The Machine em festival: “góticos”

Festival de Reading & Leeds apostou na reunião da banda, mas a Geração Z não curtiu…

Rage Against The Machine em 2020

Rage Against The Machine em 2020

Tenho Mais Discos Que Amigos
Foto: RATM.com Para muitos, assistir ao Rage Against the Machine ao vivo seria um sonho virando realidade. Para alguns adolescentes que compraram ingresso para os festivais de Reading & Leeds, um clássico do circuito europeu, nem tanto. Nos seus 59 anos de história, o evento já recebeu inúmeras lendas do Rock como Black Sabbath, Iron Maiden e Metallica. Nesta edição de 2020, os organizadores elegeram o retorno do RATM como uma aposta certa para comandar a festa que ainda terá Liam Gallagher e o rapper Stormzy como headliners. No entanto, algumas pessoas da Geração Z estão provando que não vai ser uma aposta unânime…   Reações de adolescentes ao anúncio do RATM
Primeiro cartaz do Reading e Leeds 2020

Primeiro cartaz do Reading e Leeds 2020

Tenho Mais Discos Que Amigos
A maioria dos comentários envolve uma associação da banda com um som “gótico”. Como mostra o Tweet abaixo, uma usuária até postou um vídeo meme dizendo que o festival vai ficar assim esse ano, enquanto outro pediu para “colocar todos os góticos em um palco separado”:
Outros, fizeram questão de deixar claro que não sabem de quem se trata e perguntaram “quem?” ou até mesmo mandaram um sincero “não vou mentir, não conheço eles”:
Pois é. Por fim, temos aqueles que já estão mostrando arrependimento, dizendo coisas como “deveríamos ter esperado o lineup”. A grande maioria dos comentários, no entanto, estava “implorando” para que Travis Scott fosse o último headliner, o que não aconteceu. Complicado!