Empresa dos Beatles fatura fortuna em processo sobre produtos falsos

A Apple Corps processou 77 empresas pela venda de materiais falsos dos Beatles

The Beatles por Robert Freeman

The Beatles por Robert Freeman

Tenho Mais Discos Que Amigos
Foto por Robert Freeman A empresa criada pelos Beatles nos anos 60 acaba de ganhar um processo gigante na justiça. A Apple Corps processou 77 empresas e pessoas pela venda de material falso da banda. Ficou decidido que cada um precisa pagar 1 milhão de dólares para a companhia e, de acordo com a NME, nenhum dos acusados apareceu na côrte para recorrer. Há 2 meses, a Apple Corps se afiliou à The Thread Shop, empresa da Sony Music, para produzir merchandising oficial na América do Norte. O processo diz: Com base em informações e crenças, os Réus estão promovendo e anunciando, distribuindo, vendendo e/ou oferecendo produtos para venda em comércio interestadual que usem marcas falsificadas e/ou infratoras que sejam cópias exatas de uma ou mais marcas BEATLES e/ou YELLOW SUBMARINE [...] através de sites comerciais da Internet ou lojas de comércio eletrônico baseadas na Internet que operam sob os Nomes de Domínio do Assunto e os IDs do Vendedor. Os Requerentes estão sofrendo lesões irreparáveis e sofreram danos substanciais como resultado do uso não autorizado e indevido das Marcas dos Requerentes pelos Réus. Se as atividades de contrafação e infração e injustamente competitivas dos Réus não forem preconizadas de forma preliminar e permanente por este Tribunal, os Autores e o público consumidor continuarão sendo prejudicados. Eita... LEIA TAMBÉM: Paul McCartney presta bela homenagem a Kobe Bryant