Plácido Domingo, lendário cantor de ópera, assume culpa de crimes sexuais

Espanhol havia negado as acusações e mudou de discurso

Foto via Wikimedia Commons Meses após negar diversas acusações de abuso sexual, Plácido Domingo mudou de discurso e está pedindo perdão. Em agosto de 2019, diversas mulheres se uniram para denunciar o cantor espanhol de ópera em uma reportagem da Associated Press. As acusações iam desde cantadas inapropriadas, ligações de cunho sexual durante a madrugada, até abuso físico. Agora, Plácido (79 anos de idade) assumiu os crimes dos quais foi acusado e pediu perdão para todas as mulheres afetadas. A união American Guild of Musical Artists, que conduziu uma investigação em cima do músico, também foi a público alegar que as denúncias são verdadeiras e que vai tomar uma atitude em breve. Pedido de desculpas Em seu novo comunicado (via Rolling Stone), meses após chamar as acusações de 'infundadas', Plácido Domingo declara: Nos últimos meses, dediquei um tempo para refletir sobre as alegações que várias colegas minhas fizeram contra mim. Respeito que essas mulheres finalmente se sintam confortáveis o suficiente para falar, e quero que elas saibam que realmente sinto muito pela dor que as causei. Aceito total responsabilidade por minhas ações e cresci com essa experiência. Entendo agora que algumas mulheres podem ter medo de se expressar honestamente por causa de uma preocupação de que suas carreiras seriam afetadas negativamente se o fizessem. Embora essa nunca tenha sido minha intenção, ninguém deve se sentir assim. Estou comprometido em afetar mudanças positivas na indústria da ópera, para que ninguém mais tenha a mesma experiência. É meu desejo fervoroso que o resultado seja um local mais seguro para se trabalhar para todos na indústria da ópera, e espero que meu exemplo incentive outros a seguir o mesmo caminho. Não ficou claro se o cantor vai responder judicialmente às acusações. Sabe-se, porém, que diversos de seus shows foram cancelados -- mas ele ainda tem várias datas confirmadas pela frente.