À Vogue, Katy Perry fala sobre seu relacionamento com Orlando Bloom e superação da depressão

Cantora é a capa da nova edição da revista na Índia e falou bastante sobre sua relação com o ator

Cantora é a capa da nova edição da revista na Índia e falou bastante sobre sua relação com o ator

Vagalume

Vagalume

Vagalume

Katy Perry é a capa da nova edição da revista Vogue da Índia. Além do famoso ensaio para o periódico, a cantora falou sobre seu relacionamento com Orlando Bloom e sobre a superação de um momento bastante difícil em sua vida, entre o ano de 2017 e 2018.

"Eu fiquei deprimida e não queria sair da cama. No passado, eu fui capaz de superar isso, mas desta vez, algo aconteceu que me fez desabar vários lances de escada. Eu realmente tive que fazer uma jornada de saúde mental", contou ela que, ainda em 2018, já havia falado abertamente em entrevistas sobre sua depressão, principalmente após a recepção do álbum "Witness", de 2017.

Segundo Perry, grande parte do seu bem estar atual se deve também ao relacionamento com seu noivo, o ator Orlando Bloom. "Eu fui à terapia, fiz o processo Hoffman, plantas medicinais... E eu tenho um parceiro que também busca encontrar um equilíbrio - Orlando, que está em uma jornada espiritual própria. Ele é uma âncora que me segura e é muito verdadeiro. Ele não é o fã número um da Katy Perry, ele é o fã número um da Katheryn Hudson", explicou ela, referindo-se ao seu nome de batismo.

"Amor é diferente de namorar. Você namora nos seus 20 anos. Amor é parceria, amizade, honestidade e ser completamente um espelho para alguém", continuou. "O Orlando é como um sábio. Quando nos conhecemos, ele disse que tiraríamos o veneno um do outro, e realmente estamos fazendo isso. É exaustivo, mas nós realmente nos apoiamos. Eu nunca tive um parceiro que estivesse disposto a fazer uma jornada emocional e espiritual como ele. É desafiador, porque você está enfrentando todas as coisas que não gosta em si mesmo. É como uma limpeza sem fim", disse ela.

Sobre sua carreira e vida pessoal, Katy Perry deixou claro que perseguirá novos desafios. "Aos 35 anos, eu já assinalei vários quadradinhos da minha lista e agora estou sendo desafiada a sonhar novos sonhos", explicou. "Eu quero me envolver com empresas ambientais, eu quero voltar para a faculdade [psicologia e a filosofia serão os assuntos de sua escolha] e quero influenciar boas pessoas a concorrerem a cargos públicos."

Clique para ver no Vagalume

Clique para ver no Vagalume

Clique para ver no Vagalume

Fonte: Vagalume