Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Música
Publicidade

Ariana Grande é detonada por familiares de vítima de Jeffrey Dahmer após declaração polêmica

Cantora disse, em um recente podcast, que era obcecada por serial killers quando era mais jovem e que gostaria de ter jantado com Dahmer...

Vagalume

Vagalume|Do R7


Crédito foto: Reprodução YouTube / Podcrushed

Ariana Grande foi detonada pela mãe de uma das vítimas de Jeffrey Dahmer, após uma recente declaração revelando que tinha interesse em conhecer o serial killer quando era mais nova.

O momento aconteceu enquanto a cantora participava do podcast 'Podcrushed", comandado pelo ator Penn Badgley, que interpreta o personagem Joe, na série "Você", da Netflix.

No papo, Ariana falou sobre seu fascínio por serial killers e afirmou que sonhava em ter um jantar com Dahmer, morto em 1994. A artista comentou e que falou sobre o assunto com fãs, antes do assassino se tornar tema da série da Netflix, "Dahmer: Um Canibal Americano".

"Eu era obcecada por serial killers quando era mais nova", contou Ariana. "Anos atrás, bem antes do seriado, eu tive uma sessão de perguntas e respostas com um grupo de fãs jovens, acompanhados de seus pais, e um deles disse, 'Se você pudesse jantar com qualquer pessoa, viva ou morta, quem seria?' E eu respondi, 'Oh, querido, você é muito fofo. Pai e mãe, tudo bem se eu der a resposta verdadeira?'"

A artista, então, disse que os pais do fã, sem saberem qual seria a resposta, concordaram. "Então, eu respondi, 'O Jeffrey Dahmer é muito fascinante. Eu acho que eu teria adorado conhecê-lo. Talvez com mais gente por perto...", continuou Ariana, causando impacto em Penn Badgley e nos outros apresentadores.

Clique para ver no Vagalume

A declaração da cantora teve bastante repercussão negativa nas redes sociais e chegou em Shirley, mãe de Tony Hughes, assassinado por Dahmer em 1991.

Ao TMZ, Shirley disse esperar que Ariana Grande entenda o quanto seus comentários são dolorosos para os familiares das vítimas do serial killer, se mostrando perturbada pelo fascínio da artista pelo assassino.

"Para mim, parece que ela está doente da cabeça. Não é elegante ou engraçado dizer que você gostaria de ter jantado com ele. Também não é algo que você deveria dizer para jovens", afirmou Shirley, acrescentando se mostrar preocupada com a falta de empatia da cantora [segundo o TMZ].

Ainda de acordo com o artigo, a irmã de Tony, Bárbara, também compartilhou seu sentimento de consternação com a declaração, "dizendo que os comentários glamorizam Dahmer, que foi espancado até a morte na prisão em 1994, e que adoraria ver Ariana se desculpar, para que seus fãs soubessem que isso não está certo".

"Infelizmente, até que isso aconteça com ela e sua família, ela simplesmente não sabe o que passamos", acrescentou a irmã de Tony.

O TMZ também reforça a indignação das famílias das vítimas com o lançamento da série sobre o serial killer, que foi interpretado pelo ator Evan Peters.

Na ocasião, o criador da série, Ryan Murphy, defendeu o projeto afirmando ter feito uma grande pesquisa sobre o assunto e ter entrado em contato com familiares e amigos de 20 vítimas do assassino, mas nunca ter obtido resposta.

Fonte: Vagalume

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.