Baterista do System of a Down chama movimento "Black Lives Matter" de "ilegítimo"

John Dolmayan afirmou que a organização é uma "ferramenta de propaganda" do Partido Democrata

Vagalume

Vagalume

Vagalume

O baterista do System Of A Down, John Dolmayan, voltou a causar polêmica em seu Instagram ao compartilhar mais pensamentos políticos com seus seguidores. Nesta segunda-feira (6), o músico chamou o movimento "Black Lives Matter" ("Vidas Negras Importam"), de "ilegítimo".

Na publicação, Dolmayan citou o caso de Secoreia Turner, uma menina negra de 8 anos que morreu baleada na cidade de Geórgia, em Atlanta. O pai de Secoreia afirmou em entrevista que sua filha foi baleada por manifestantes do movimento, após o carro da família ter tentando entrar em um local bloqueado pelos protestos.

"O suposto movimento a favor das ‘vidas negras' nunca teve legitimidade na minha opinião, e sempre foi uma ferramenta de angariação de fundos e propaganda do Partido Democrata", escreveu o baterista no post.

"Juntamente com o Antifa, eles se mostraram inimigos do povo dos Estados Unidos e adotaram a ilegalidade encorajada por uma mídia sensacionalista e pelos idiotas da elite de Hollywood, que os bajulam a cada oportunidade. Eles serão levados à justiça, mas quando? Quantos mais inocentes precisam ser assassinados antes de voltarmos a nossos sentidos?", concluiu ele.

Clique para ver no Vagalume

John Dolmayan já havia causado controvérsia em suas redes sociais após criticar o senador Bernie Sanders, o comunismo, e afirmar que o presidente dos EUA, Donald Trump, era o "melhor amigo das minorias" do país.

Na ocasião, o vocalista do System Of A Down, Serj Tankian, que tem uma visão política diferente do companheiro de banda, chegou a defendê-lo em uma publicação. "Meu baterista e cunhado, a quem amo e respeito, independentemente de nossos comentários e diferenças políticas extremamente polarizadas, sempre foi meu aliado fiel nos esforços para reconhecer o genocídio armênio dentro do SOAD. A quantidade de ódio e estupidez online contra nós é injustificável: as redes sociais criaram uma sociedade digital errônea que vive parcialmente dessa realidade", postou Tankian.

"Lembre-se, independentemente da posição, apenas artistas que realmente se importam e são apaixonados correm o risco de alienar sua base de fãs pelo que consideram a verdade. Nosso dilema e possível falácia é que temos duas [visões] em uma banda. Alguns podem considerar uma fraqueza, mas a dicotomia, se não 'quadricotomia' artística, política e social fez do o System of a Down o que é hoje", acrescentou.

Clique para ver no Vagalume

Fonte: Vagalume