Bebe Rexha critica sexismo na parada de singles norte-americana

Cantora fez uma publicação nas redes sociais, nesta terça-feira (4), destacando a falta de mulheres em lista da Billboard

Vagalume

Vagalume

Vagalume

Bebe Rexha usou as redes sociais para criticar o sexismo na parada de singles da Billboard nesta terça-feira (4). A cantora repostou uma publicação do periódico com uma pequena lista dos artistas que mais figuraram no Hot 100 em 2020 até o momento, chamando a atenção para o fato de que apenas Camila Cabello representava o sexo feminino entre os destaques.

"Homem, homem, homem, homem, mulher, homem, homem, homem, homem, homem", escreveu. "Graças a Deus pela Camila, eu pensei: 'aí sim, uma mulher", acrescentou ela em outro post.

Clique para ver no Vagalume

Clique para ver no Vagalume

A publicação, no entanto, não agradou a todos os seguidores da cantora, que rebateram a crítica afirmando que "as mulheres deveriam fazer músicas melhores", algo que parece ter irritado a artista.

"Não venha me dizer que mulheres deveriam fazer músicas melhores. Eles precisam é fazer uma playlist justa nos serviços de streaming e nas rádios. Temos Ariana, Halsey, Dua, Demi e muitas outras artistas femininas incríveis", comentou ela.

"Rosalia, Taylor, Camila, Cardi e a lista segue... Tantas cantora sensacionais agora, estou ansiosa por 2020", acrescentou.

Clique para ver no Vagalume

Clique para ver no Vagalume

Bebe Rexha não é a primeira cantora a falar sobre o sexismo nas paradas musicais. Em 2018, Ariana Grande deu uma entrevista à Billboard e também destacou o assunto: "(As paradas) são tão dominadas por homens. É tão fácil para eles. Existem tantas artistas femininas inacreditáveis por aí, que se esforçaram muito mais", disse ela.

Fonte: Vagalume