Vagalume Beyoncé revela que cultiva maconha em sua fazenda e que usa para combater o estresse

Beyoncé revela que cultiva maconha em sua fazenda e que usa para combater o estresse

"Descobri o Canabidiol em minha última turnê e experimentei seus benefícios para dores e inflamações", disse ela

Vagalume

Beyoncé é a capa da nova edição da revista Harper's Bazaar, como já noticiamos por aqui, e, durante a entrevista, falou um pouco sobre seus hábitos e cuidados com a saúde e o corpo.

Na conversa, a cantora revelou que tem usado mel e Canabidiol (substância também conhecida como CBD e extraída da planta Cannabis) para combater o estresse, a inflamação e também a dor, e que passou a cultivar até mesmo uma fazenda de maconha por conta disso.

"Durante a quarentena, deixei os excessos para criar rituais positivos inspirados nas gerações anteriores e colocar minha própria interpretação nas coisas. Descobri o CBD (Canabidiol) em minha última turnê e experimentei seus benefícios para dores e inflamações. Isso me ajudou nas noites inquietas e na agitação causada por não conseguir dormir", disse ela.



"Encontrei propriedades curativas no mel que beneficiam a mim e a meus filhos. E agora estou cultivando uma fazenda de maconha e mel. Eu até tenho colmeias no meu telhado! E estou tão feliz que minhas filhas terão o exemplo desses rituais comigo. Um dos meus momentos mais gratificantes como mãe foi quando encontrei Blue um dia, de molho na banheira com os olhos fechados, usando misturas que criei e tirando um tempo para si mesma para relaxar e ficar em paz", continuou.

E se o mel e o Canabidiol ajudam a cantora a combater o estresse, ela também deixou claro que um dos seus sentimentos de cura é entrar em um estúdio. Então, os fãs podem se animar, porque Beyoncé acrescentou que tem material novo chegando.

"Com todo o isolamento e injustiça do ano passado, acho que estamos todos prontos para escapar, viajar, amar e rir novamente. Sinto um renascimento emergindo e quero participar da criação dessa fuga de todas as maneiras possíveis", contou ela.

"Estou no estúdio há um ano e meio. Às vezes, demoro um ano para pesquisar pessoalmente em milhares de sons para encontrar o ritmo e a batida certa. Um refrão pode ter até 200 harmonias empilhadas. Ainda assim, não há nada como a quantidade de amor, paixão e cura que sinto no estúdio de gravação. Depois de 31 anos, é tão emocionante como quando eu tinha nove anos. Sim, tem música chegando!", afirmou a artista.

Fonte: Vagalume

Últimas