Coronavírus leva ao cancelamento de shows e deve forçar adiamento do Coachella Festival

Madonna, Pearl Jam e Neil Young já cancelaram, ou adiaram, espetáculos que fariam em breve

Vagalume

Vagalume

Vagalume

A rápida disseminação do coronavírus ao redor do mundo está causando uma enorme baixa nos grandes eventos culturais, especialmente os ligados à música. A França, por exemplo, proibiu eventos que reúnam mais de mil pessoas ao mesmo tempo, forçando Madonna a cancelar os derradeiros shows da "Madame X Tour" no país e o veterano Van Morrison a ter que fazer duas performances na noite de hoje para que todos que compraram ingressos possam vê-lo.

Nas Estados Unidos a situação também é problemática. Primeiro foi o South By Southwest, evento que toma as ruas de Austin no Texas com inúmeros shows, palestras e debates, que foi cancelado. Agora é o popular Coachella Festival marcado para os finais de semana de 10 e 12 e 17 a 19 de abril, que deverá ser transferido para outubro. Ainda que nenhum pronunciamento oficial tenha sido dado, a revista Variety apurou que os produtores do evento estão vendo como inevitável e necessária essa mudança.

O Pearl Jam decidiu adiar a primeira etapa de sua nova turnê norte-americana, que deveria começar na semana que vem - as novas datas ainda não foram anunciadas. O canadense Neil Young também abandonou os planos que tinha de cair na estrada em breve com o Crazy Horse por temer que seu público, especialmente o mais velho, tenha problemas relacionados ao COVID-19.

Fonte: Vagalume