Vagalume Ed Sheeran vence processo de plágio por "Shape Of You" e desabafa: "Isso se tornou uma cultura"

Ed Sheeran vence processo de plágio por "Shape Of You" e desabafa: "Isso se tornou uma cultura"

Cantor gravou um vídeo após a vitória na justiça, falando sobre ter sido acusado de copiar uma canção de 2015

Vagalume
Vagalume

Vagalume

Vagalume

Ed Sheeran venceu o processo no qual foi acusado de plágio pelo hit "Shape Of You", lançado no seu terceiro álbum de estúdio, "÷ (Divide)", de 2017.

O músico enfrentou uma batalha judicial contra o compositor britânico Sami Chokri, cujo nome artístico é Sami Switch, e o produtor musical Ross O'Donoghue, que alegaram que o cantor copiou a faixa "Oh Why", de 2015, com argumentos de que ele provavelmente teria ouvido a canção antes e usado “frases particulares” da mesma em sua música.

No entanto, a justiça britânica decidiu pela vitória de Sheeran nesta quarta-feira (6), afirmando que o músico "não copiou deliberadamente nem inconscientemente” a canção em questão. "Embora existam semelhanças entre os ganchos 'OW ('Oh Why')' e a frase 'OI ('Oh I')', também existem diferenças significativas", analisou o juiz da Suprema Corte de Londres, Antony Zacaroli.

Metro UK

Metro UK

Vagalume


Durante sessões do julgamento em março, Sheeran chegou a defender até mesmo cantando o gancho várias vezes. “São duas escalas pentatônicas e ambas usam vogais”, explicou ele, na ocasião.

“Eu construí uma longa e bem-sucedida carreira compondo músicas originais, tanto para mim quanto para vários outros artistas”, disse em seu depoimento. “Eu não teria feito isso se eu tivesse o hábito de plagiar outros compositores.”

Clique para ver no Vagalume

Clique para ver no Vagalume

Após a vitória judicial, Ed Sheeran gravou um vídeo postado nas redes sociais desabafando sobre o caso e criticando as intenções em processos de plágios, que ele definiu como algo que está se tornando "cultural". O músico também informou que divulgará um comunicado oficial para a imprensa, ao lado de seus co-compositores Johnny McDaid e Steve McCutcheon.

Leia a tradução do vídeo abaixo:

"Eu, Johnny e Steve fizemos uma declaração conjunta que será divulgada à imprensa sobre o resultado deste caso, mas eu queria fazer um pequeno vídeo para falar um pouco sobre isso, porque eu realmente não pude dizer nada enquanto indo.

Embora estejamos obviamente felizes com o resultado, sinto que acusações como essa são muito comuns agora e se tornou uma cultura em que uma reclamação é feita com a ideia de que um acordo será mais barato do que levá-los ao tribunal, mesmo que não haja base para a alegação. É realmente prejudicial para a indústria de composição.

Há tantas notas e poucos acordes que você pode usar na música pop, coincidências vão acontecer, já que seis mil músicas são lançadas todos os dias no Spotify, são 22 milhões de músicas por ano. E só existem 12 notas disponíveis.

Não quero tirar nada da dor e da mágoa sofridas por ambos os lados neste caso, mas só quero dizer que não sou uma entidade, não sou uma corporação, sou um ser humano, sou pai, sou marido, sou filho. Ações judiciais não são uma experiência agradável e espero que essa decisão signifique que, no futuro, reivindicações infundadas como essa possam ser evitadas, isso realmente tem que acabar.

Eu, o Johnny e o Steve somos muito gratos por todo o apoio enviado por colegas compositores nas últimas semanas. Espero que todos possamos voltar a escrever músicas ao invés de ter que provar que podemos escrevê-las".

Clique para ver no Vagalume

Fonte: Vagalume

Últimas