Vagalume Em álbum cheio de convidados, Barry Gibb revê canções dos Bee Gees em clima de country music

Em álbum cheio de convidados, Barry Gibb revê canções dos Bee Gees em clima de country music

"Greenfields: The Gibb Brothers' Songbook" tem as presenças de Dolly Parton, Little Big Town, Jason Isbell, Miranda Lambert e mais

Vagalume
Vagalume

Vagalume

Vagalume

Barry Gibb está se ocupando em manter o legado dos Bee Gees vivo e atual. O músico é o único sobrevivente do trio que formou aos 12 anos, em 1958, com seus irmãos gêmeos Maurice (1949 - 2003) e Robin Gibb (1949 - 2012). Depois do documentário "The Bee Gees: How Can You Mend A Broken Heart" lançado no ano passado - e que ele não quis assistir por achar que a experiência seria por demais dolorosa - Barry está celebrando a música do trio em um álbum tributo repleto de convidados especiais.

"Greenfields: The Gibb Brothers' Songbook" tem 12 canções do trio gravadas em uma pegada de country music e um time respeitável de convidados especiais: de antigos colegas como, Dolly Parton e Olivia Newton John, até artistas que vieram muito depois, Keith Urban, Miranda Lambert, Keith Urban, Little Big Town e Jason Isbell entre eles.

Como esperado, dado os nomes envolvidos, o disco privilegia as baladas, boa parte delas gravadas entre meados anos 60 e o começo dos 70: "Words com Parton, "To Love Somebody" com Jay Buchanan, "How Can You Mend A Broken Heart?" ao lado de Sheryl Crow e "Run To Me" com Brandi Carlile.

Os Bee Gees em 1977

Os Bee Gees em 1977

Vagalume

A fase em que eles se tornaram os reis da disco music (na segunda metade dos anos 70) é lembrada, como uam canção soul, em "Jive Talkin'" com Miranda Lambert e, mais uma vez, Buchanan. Já a clássica "How Deep Is Your Love" ganhou nova vida com o Little Big Town e Tommy Emmanuel.

Há também algumas surpresas. "Butterfly" foi desenterrada por Gillian Welch e seu parceiro David Rawlings. A faixa de 1966 só foi lançada quatro anos mais tarde em uma obscura compilação com gravações antigas.

"Rest Your Love On Me", escolha de Newton-John, saiu em 1978 e era o lado b de "Too Much Heaven (que aqui tem a participação de Alison Krauss). Jason Isbell foi mais além e gravou "Words Of a Fooll", composição de 1986 que deveria ter entrado em um álbum solo de Barry que nunca foi lançado.

Ouça:

Clique para ver no Vagalume

Fonte: Vagalume

Últimas