Vagalume Escute "Daramô", o novo, e eclético, disco de Tiago Iorc

Escute "Daramô", o novo, e eclético, disco de Tiago Iorc

Cantor e compositor lança álbum enxuto e multifacetado

Vagalume
Vagalume

Vagalume

Vagalume

Apesar de durar apenas 28 minutos, o novo álbum de Tiago Iorc se mostra mais denso, e variado, do que a sua curta duração. Em "Daramor", o cantor e compositor mostra sua destreza em estilos diversos.

O disco abre em clima de reggae com "Saudade Boa" e logo cai em um funk/samba rock/boogie em "Papinho", uma das mais bem-humoradas desse lote de faixas. A viagem prossegue com uma MPB ao estilo de Djavan ("Quero Você Pra Mim") e uma das grandes baladas de 2022: "Tudo Que a Fé Pode Tocar".

Já conhecida dos fãs, "Ciumeira", com o violão de nylon em primeiro plano e clima melancólico é outro destaque. "Daramô" então abre espaço para duas rápidas vinhetas ("Laiá Laiá" e "Dor de Cabeça", ambas simpáticas, especialmente a primeira, ainda que inconsequentes) e chega em sua reta final com mais três canções inspiradas. "Você", outra boa balada, a faixa-título, mais uma com o violão como instrumento de destaque, bemcomo a música de encerramento, "Que Cansaço É Não Amar (com as Ganhadeiras de Itapuã)", onde o reggae e a MPB voltam a dar as caras.

"Daramô" mostra que, mesmo depois de muitos anos de estrada, Iorc segeu evoluindo como compositor e intérprete e deixa um gosto de "quero mais" ao fim dessa audição bastante rica, ainda que compacta.

Ouça:

Clique para ver no Vagalume

Fonte: Vagalume

Últimas